Braga Destaque

Restos de comida da UMinho alimentam animais em Braga

Redação
Escrito por Redação

A Universidade do Minho quer enviar os restos de comida das cantinas do campus de Braga e de Guimarães para alimentar animais. Os Serviços de Ação Social da Universidade do Minho (SASUM) estimam que sejam reaproveitados, por ano, cerca de 15 toneladas de resíduos alimentares.

Os Serviços de Acção Social referem, em comunicado, que vão reutilizar todos os restos alimentares, resultantes da confeção de refeições nas cantinas, e enviar para quintas situadas na região. A iniciativa surge do Plano Estratégico de Sustentabilidade, cujo objetivo é promover a sustentabilidade ambiental, social e económica e implementar ideias e estratégias ecologicamente corretas.

Os SASUM desenvolveram um processo de otimização do seu modelo de gestão de resíduos alimentares e, desta forma, surge a possibilidade de dar “um destino mais nobre a um resíduo que, até à data, não apresentava qualquer tipo de utilidade, promovendo uma maior sustentabilidade ambiental, mas também social e económica, na medida em que este contributo possibilita poupanças significativas aos proprietários destes espaços”.

Ainda no Plano Estratégico de Sustentabilidade, revelam que as refeições vão passar a ser confessionadas com sal iodado, em detrimento do sal comum. O objetivo é a adoção de hábitos alimentares saudáveis e a melhoria das condições de saúde da comunidade académica.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação