Braga Destaque

Assunção Cristas promete em Braga tirar o país “da cepa torta”

Assunção Cristas em Braga © CDS-PP
Agência Lusa
Escrito por Agência Lusa

A líder do CDS-PP prometeu hoje, em Braga, propostas para tirar o país “da cepa torta” e avisou que a receita não é nem a do PS nem a usada nos anos da ‘troika’, quando foi Governo com o PSD.

“Nós queremos sair da cepa torta”, afirmou Assunção Cristas no encerramento de dois dias das jornadas parlamentares do partido, em Braga, dedicadas à Europa e à segurança, a pouco meses das eleições europeias, em maio, e das legislativas, em outubro.

A receita que sugere, a do CDS, nunca foi testada em Portugal, dado que o partido, quando foi poder, numa governou sozinho, tendo governado em coligação com o PSD entre 2011 e 2015, durante o tempo de vigência da ‘troika’.

Cristas não quer nem a “receita socialista”, porque “não serve o país”, nem a que nasceu do “legado das esquerdas”, após o Governo de José Sócrates, também do PS, “e que, infelizmente foi aplicada durante os anos da troika”.

Essa “também não é a que serve ao país”, afirmou a ex-ministra da Agricultura do executivo PSD/CDS-PP.

Ainda que de forma genérica, a presidente dos democratas cristãos falou na prioridade ao “crescimento económico”, a fiscalidade como “ferramenta de impulsionar” esse crescimento “para que todos possam viver bem melhor”.

Mais uma vez, insistiu nas críticas ao Governo do PS e das “esquerdas unidas” e no fim da “asfixia fiscal”, que leva os portugueses “a trabalhar seis meses para os impostos”.

Comentários

Acerca do autor

Agência Lusa

Agência Lusa