Destaque Vila Verde

Maior evento de Mototurismo no mundo passa em Vila Verde

Portugal Lés a Lés © DR
Fernando André Silva

Mais de 2.000 motorizadas de duas rodas vão cruzar Vila Verde no próximo dia 10 de junho, na 25.ª edição do “Portugal Lés a Lés”, maior evento do mundo dedicado ao mototurismo. Na estreia de Vila Verde no mapa deste evento, é esperada a passagem de motos de todo o tipo, desde as “cinquentinhas” às 1800cc, Harley’s e motos de trail.

A partida deste evento dá-se em Felgueiras, pelas 6h30 da manhã, saíndo duas motas a cada 30 segundos. A passagem por Vila Verde deve ocorrer ainda de manhã, mas os horários são permaturos e o itinerário ainda incerto, faltando, por exemplo, confirmar se existirá uma paragem na Praia do Faial, algo que a organização, a cargo da Federação de Motociclismo de Portugal, pretende.

Paulo Ribeiro, da organização, disse ao Semanário V que a população de Vila Verde pode contar com “três horas onde todo o tipo de motas irá passar e certamente alguns mototuristas vão optar pela vila para fazer uma breve paragem”. São mais de 2.000 e vêm dos quatro cantos do mundo para cerca de 1.000 quilómetros de passeio durante quatro dias a percorrer Portugal “de lés a lés”. De Vila Verde seguem para o litoral, até Esposende, prosseguindo pela costa em direção à região algarvia.

“Esta é uma boa desculpa para conhecer os recantos escondidos de Portugal e Vila Verde tem vários”, garante Paulo Ribeiro, explicando que existe contacto com a autarquia local que “mostrou toda a vontade de que o evento atravessasse a vila”. “A Câmara percebeu o impacto positivo que isto pode trazer para Vila Verde e o retorno financeiro que o comércio pode sentir. São milhares de pessoas que vão passar cá e que certamente regressam um dia”, explicou o responsável pela comunicação do evento.

Sobre o evento, Paulo Ribeiro assegura que “nunca houve nenhum acidente grave” em 21 anos de Portugal Lés-a-Lés e que o objetivo inicial se mantém intacto, fugindo os mototuristas de autoestradas, ip’s e scut’s. “Andámos pelas estradas nacionais e municipais e por vezes até em caminhos de terra, ou não fosse um evento essencialmente turístico, apesar de motorizado”, vinca.

Na última edição deste evento, participaram mototuristas portugueses, mas também espanhóis, franceses, italianos, alemães, ingleses, irlandeses, holandeses, belgas, russos, ucranianos, húngaros, canadianos, chilenos, brasileiros e norte-americanos. Participaram também algumas figuras públicas como o ator Vitor Norte, o ex-ciclista Cândido Barbosa, o antigo presidente da Câmara de Lisboa, Carmona Rodrigues ou os deputados do PCP, João Oliveira e Miguel Tiago.

Maior evento do mundo no género

Paulo Ribeiro aponta o Portugal Lés a Lés como “o maior evento do mundo em Mototurismo”. O cálculo é feito na relação entre quilómetros percorridos e número de participantes, explica o elemento da organização.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista