Destaque País

Vespa asiática. Governo vai pagar 100 euros por cada ninho destruído

Vespa asiática ronda colmeia protegida por muro de abelhas © FAS / Semanário V
Fernando André Silva

A secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural publicou esta sexta-feira um despacho em Diário da República que visa conceder apoio aos municípios, durante o ano de 2019, para a destruição de ninhos da vespa velutina (asiática), através de um subsídio não reembolsável.

No despacho é referido que o apoio será concedido em regime “forfetário” (compensação em sede de imposto de IVA aos agricultores) e o mesmo está incluido em uma campanha nacional de destruição daquele inseto invasor.

Segundo o mesmo documento, a que o Semanário V teve acesso, cada município recebe “um plafond” de 10.000 euros para a destruição dos ninhos, podendo, no entanto ocorrer uma atualização das quantias monetárias, por “deficiente previsão”, ou por “aumento inesperado de ocorrências”.

Ainda no mesmo despacho é referido que os cálculos dos valores a apoiar incidem em 25 euros por cada ninho primário (ninho inicial em que residem entre 50 a 200 vespas e geralmente construído no chão ou em edifícios devolutos) e 100 euros por cada ninho secundário (construídos habitualmente nas copas ou no interior dos troncos das árvores, chaminés, varandas e postes de eletricidade).

O mesmo despacho refere ainda que o número de vespa velutina tem vindo a aumentar no território nacional ao longo dos últimos anos, causando prejuízos nos setores apícola, agrícola e florestal.

Diz o Governo que pela diminuição da quantidade de insetos polinizadores, há óbvios efeitos que podem vir a colocar em causa a sustentabilidade dos respetivos ecossistemas, refere o despacho.

O Governo visa assim minizar o impacto da vespa “aproveitando-se a presente época do ano, pelo que o Fundo Florestal Permanente, nos termos regulamentares, está em condições de proceder a um apoio nacional visando um intenso combate a este inseto”.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista