Destaque

Alunos de Vila Verde organizam encontro nacional de estudantes

Comissão organizadora do ENEEG
Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Na 19.ª edição do evento, Vítor Afonso e Rui araújo, de Vila verde, são responsáveis pela comissão organizadora do Encontro Nacional de Estudantes de Economia e Gestão (ENEEG), que conta com a presença de José Manuel Fernandes, antigo presidente da Câmara Municipal de Vila Verde e deputado no Parlamento Europeu.

Este ano, é a primeira vez que um Instituto Politécnico recebe o encontro, que todos os anos se realiza em universidades diferentes. Durante quatro dias, de 28 de fevereiro a 3 de março, Viana do Castelo recebe um painel de eurodeputados, onde se pretende “entender a realidade da Europa, em comparação com Portugal”, explicam os representantes da organização. O painel conta com o nome José Manuel Fernandes, acompanhado por Francisco Assis e José Gusmão num debate intitulado “Portugal na Europa. Qual o nosso futuro?”

Dois dias serão preenchidos com painéis e palestras, enquanto outros dois serão sessões de abertura e encerramento. “A ideia é levar estudantesde todas as instituições públicas e privadas da área de Economia e Gestão. A maior parte dos participantes são finalistas, o que é bom para as empresas que estão envolvidas neste encontro”, afirmam.

Este tipo de eventos existe para todos os cursos, “mas para Economia e Gestão é o ‘auge’, porque é o momento onde todos os estudantes se juntam numa universidade”.

As participações são feitas por inscrições. Nos anos anteriores participaram cerca de 500 estudantes, “mas este ano a estratégia mudou um pouco, porque deixou de ser no auditório e passa a ser no centro cultural”. Os estudantes confessam que, desta forma conseguem aumentar o número de inscrições e contam com cerca de 1.000 participantes. “Este ano abrimos as inscrições e estão cerca de 400 ou 500 inscritos neste momento, mas no mínimo pretendemos chegar às 800 inscrições”.

Os três responsáveis estudaram na Escola Secundária de Vila Verde e cruzaram-se de novo em Viana do Castelo. Candidataram-se à direção da associação de gestão e um dos motes da candidatura foi levar o ENEEG a Viana do Castelo. “Na altura eram duas listas e muita gente não acreditava ser possível trazer um evento desta dimensão”, admitem, acrescentando que ganharam as eleições e, no ano seguinte, foram à Covilhã apresentar a candidatura. “Entretanto tomou posse a outra associação de estudantes. Ficamos como comissão interina para organizar o evento”.

Após conseguirem levar o ENEEG ao Instituto Politécnico, os estudantes de Design conseguiram levar o Encontro Nacional de Estudantes de Design (ENED), “e a ideia passa muito por fazer com que Viana tenha voz a nível nacional”.

 

Comissão organizadora do ENEEG

 

Organizar um evento esta dimensão acarreta custos elevados, tendo em conta as estadias, as refeições e toda a logística interior e exterior. Dessa forma, a organização conta com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo e do Instituto Politécnico, bem como da Fundação Francisco Manuel dos Santos, que “não se trata de um apoio monetário, mas sim em termos de apoio a nível dos painéis, como contactar oradores e acrescentar credibilidade ao evento”.

O objetivo é fazer “o melhor de sempre e fazer o melhor possível”. A organização conta com cerca de 55 pessoas e está divida em departamentos, na qual o departamento principal acolhe o antigo presidente e vice-presidente da associação de estudantes.

A comissão organizadora está, também, preocupada em criar possibilidades de integrar os participantes no evento, para que não sejam meros espectadores, com um concurso de empreendedorismo, no qual “os participantes podem enviar uma espécie de negócio e podem apresentar em palco, onde um júri de empreendedores vai avaliar. Assim, deixam de ser meros participantes e passam a ser autores do seu negócio”.

No sábado, 1 de março, terá lugar o jantar ENEEG, para recriar a interatividade que tem existido nos anos anteriores. Será num restaurante chamado ‘Santoinho’, onde se vivem as tradições minhotas, como o rancho e a sardinha no pão, e a ideia passa por conseguir mostrar aos estudantes de fora a tradição do Minho.

Ainda no dia 1 de março, o evento será transmitido em direto na TVI24, pelas 21h e na TSF, no programa ‘Governo Sombra’ liderado por Ricardo Araújo Pereira.

Além do presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Braga, José Manuel Fernandes, vai marcar presença como orador David Lopes, CEO da Fundação Francisco Manuel dos Santos, e Marta Leite Castro, apresentadora e CEO da plataforma N360, cujo principal objetivo é conectar os empreendedores.

 

 

 

Comissão Organizadora do ENEEG

 

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista