Braga Destaque

Antigo inspetor da PJ revela que terroristas estiveram em Braga a planear atentado

Redação
Escrito por Redação

Carlos Anjos, antigo inspetor-chefe da Polícia Judicíária (PJ), revelou durante as jornadas parlamentares do CDS-PP, que decorreram durante a última semana, em Braga, que terroristas prepararam um atentado em Braga, em alturas do Euro 2004.

Segundo avança o jornal I, o atentado teria como “alvo” o então primeiro-ministro Durão Barroso, e a ideia dos terroristas era ativar uma bomba na antes ou durante a abertura da competição, que decorreu no Estádio do Dragão, no Porto. A Alfândega do Porto e o Jantar de Abertura eram outros potenciais alvos dos terroristas.

O antigo inspetor refere que a PJ foi informada destas intenções quatro meses antes da detenção e que foram articulados vários ramos de segurança, como o SIS. Refere ainda que a PJ decidiu, quatro horas antes da inauguração da competição, deter os quatro suspeitos com base em documentação falsa, por não haver provas concretas de terrorismo.

Um dos suspeitos, diz o mesmo inspetor, sete meses depois de ser expulso de Portugal, realizou um atentado que vitimou mortalmente um cineasta, na Holanda, tendo sido condenado a prisão perpétua.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação