Braga Cultura Destaque

Esta mamoa descoberta em Braga vai ser classificada como “bem cultural”

Fernando André Silva

Uma mamoa megalítica com cerca de 5.000 anos de existência prepara-se para ser submetida à apreciação do presidente da Câmara de Braga e vereadores de forma a ser classificada como “bem cultural de interesse municipal”.

Situada na freguesia de Lamas, concelho de Braga, foi descoberta (e parcialmente destruída) durante as escavações para a construção de uma urbanização, junto ao vale de um afluente do rio Este, em fevereiro de 1993.

Segundo aquela junta de freguesia, na altura, o imóvel foi alvo de escavações de emergência por parte da Delegação Regional do Norte do IPPAR, sob a responsabilidade de Orlando Sousa, que recolheu grande número de artefactos líticos e cerâmicos, ao que parece proveniente das terras revolvidas pela destruição mecânica.

Foi recuperada em 2000, por iniciativa da Junta de Freguesia de Lamas em articulação com o Museu Regional de Arqueologia D. Diogo de Sousa, local onde estão expostas também as oferendas depositadas no decurso das práticas funerárias.

As mamoas eram edificadas com pedra e areia com a finalidade de proteger a sepultura.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista