Braga Destaque

Braga é modelo a seguir na América do Sul

Delegação de Cuenca visita Braga © Sérgio Freitas
Redação
Escrito por Redação

Uma delegação equatoriana para o desenvolvimento económico da cidade de Cuenca [Equador] está de visita a Braga no âmbito da geminação entre Braga e Cuenca, alcançada no ano passado, e procura levar modelos de negócio inspirados na InvestBraga e na Startup Braga para desenvolver a Empresa Municipal de Desenvolvimento Económico de Cuenca.

Carlos Rojas, presidente desse organismo equatoriano, salienta que esta visita insere-se na política de abertura de Cuenca ao exterior, afirmando que a cidade onde reside e Braga são cidades muito semelhantes. Cuenca está a iniciar um processo semelhante a Braga no que se refere à captação de investimento externo e apoio ao empreendedorismo, “pelo que em Cuenca olham muito para a InvestBraga e Startup Braga como modelos a seguir. A criação desta agência municipal foi essencialmente para criar um parque industrial e agora pretendemos seguir o mesmo caminho de Braga”, referiu o responsável equatoriano.

Rojas afirmou “que pretendem seguir o exemplo e aprender com o que tem sido feito nestes casos”, estabelecendo também contacto com os empresários locais, tendo sido recebido na sede da Associação Comercial de Braga pelo presidente Domingos Macedo Barbosa, tendo ainda tido a oportunidade de visitar duas empresas da região, a F3M e a Casa Santos. A possibilidade de estabelecer laços comerciais foi também outro dos motes desta visita do responsável equatoriano.

Já Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, manifestou satisfação por receber um representante da cidade de Cuenca, com quem Braga “está agora a iniciar uma relação profícua e concreta, pois temos muitas similitudes com esta cidade do Equador, uma das mais relevantes cidades universitárias por deste país e da América Latina”.

Rio recordou que quando Braga foi Capital Ibero-americana da Juventude em 2016 foi realizado um esforço de aumento das relações de Braga com cidades e povos da América do Sul e a relação com Cuenca advém desse legado, sendo que a “geminação já está a dar frutos”.

Durante esta visita, Carlos Rojas teve ainda a oportunidade de reunir com o Presidente do Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa, professor João Duque. Cuenca é a maior cidade universitária do Equador e foi discutida a possibilidade de estabelecerem acordos de cooperação entre as diferentes instituições universitárias equatorianas. Lars Montelius, diretor do INL, recebeu também o presidente da empresa municipal, tendo ficado acordada a possibilidade de cooperação com as unidades de investigação locais.

Cuenca é a terceira cidade do Equador e capital da Província de Azuay. Situada a mais de 2.500 metros acima do mar, o seu nome completo é Santa Ana de los Ríos de Cuenca. É também uma cidade conhecida pela sua indústria têxtil, sendo uma das duas cidades sede dos famosos chapéus panamá, que exporta para todo o mundo. Possui ainda um dos maiores parques industriais do país com mais de 220 empresas de diferentes ramos, como electrodomésticos, cerâmica ou agro-alimentar. Um dos sectores mais dinâmicos da cidade é o do turismo, pois, além de belas paisagens naturais, detém também um património muito relevante, sendo o centro histórico Património da Humanidade da UNESCO desde 1999.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação