Desporto País

Prata para Félix da Costa em corrida “de loucos” no México

Redação
Escrito por Redação

António Félix da Costa esteve brilhante este domingo na 4.ª corrida da temporada da Formula E, que teve lugar no circuito Hermanos Rodriguez, na cidade do México. O piloto português largou da 5.ª posição da grelha e efetuou uma corrida espetacular, isenta de erros que culminou com um excelente 2.º lugar. Numa das corridas mais espetaculares da história da Fórmula E, AFC volta a subir ao pódio, consolidando a sua posição de candidato ao titulo de pilotos.

Logo pela manhã na qualificação ficou bem evidente que AFC era um dos candidatos a lutar pela vitória, com o piloto da BMW a ser o único piloto do 1.º grupo da qualificação (o grupo onde a pista se apresenta sempre mais lenta) a passar à super pole. Félix da Costa acabou por efetuar a 5.ª melhor marca na super pole, posição que o deixava em boa posição para atacar na corrida. Com um arranque menos feliz, o piloto Português perdia uma posição na largada, mas recuperava esse lugar ainda na primeira volta, subindo a 5.º. Decorridas que estavam cinco voltas da corrida e um acidente de Nelson Piquet Jnr fez com que a corrida fosse interrompida com bandeira vermelha. No recomeço o grupo dos cinco primeiros, o qual AFC fazia parte, foi embora do restante pelotão, travando uma batalha intensa, que acabaria por se decidir na última volta, num final de corrida impróprio para cardíacos, com AFC a terminar na 2.ª posição, atrás de Lucas di Grassi, com Edoardo Mortara a fechar os lugares do pódio.

António Félix da Costa: “Que corrida de loucos! Começando pela qualificação, onde consegui ser o único piloto do grupo 1 a passar à super pole, o que me deu a confiança de que tínhamos andamento para lutar pela vitória. Na corrida sabia que a gestão de energia seria critica nas voltas finais, portanto deixei-me estar perto do grupo da frente durante toda a corrida e principalmente na última volta foi de loucos, com muitos pilotos a ficarem sem bateria. Foi uma corrida incrível, onde fomos muito eficientes na gestão de energia e acabámos por ser premiados por isso. Em termos de campeonato foi uma boa operação, agora é continuar a trabalhar para nos mantermos competitivos. O campeonato é longo e se queremos lutar por ele temos de nos manter focados e sobretudo pontuar sempre, pois a regularidade vai decidir o titulo, não tenho dúvidas.”

Excelente operação para António Félix da Costa, que ao ser 2º na corrida de hoje, subiu a 2º do campeonato com 46 pontos, menos 7 que o líder Jerome D´Ambrosio, que foi 4º classificado na corrida de hoje no México. Avizinha-se assim um campeonato muito disputado, com quatro vencedores até agora em quatro corridas disputadas. A próxima prova da Formula E tem lugar em Hong Kong, no dia 10 de Março.

CALENDÁRIO FORMULA E 2018/2019
15 Dez 2018 – ePrix Riade (Arábia Saudita)
12 Jan 2019 – ePrix Marrakech (Marrocos)
26 Jan 2019 – ePrix Santiago (Chile)
16 Fev 2019 – ePrix Cidade do México (México)
10 Mar 2019 – ePrix Hong Kong (Hong Kong)
23 Março 2019 – ePrix Sanya (China)
13 Abril 2019 – ePrix Roma (Itália)
27 Abril 2019 – ePrix Paris (França)
11 Maio 2019 – ePrix de Monaco (Monaco)
25 Maio 2019 – ePrix Berlim (Alemanha)
22 Junho 2019 – ePrix Bern (Suíça)
13 Julho 2019 – ePrix Nova Iorque I (EUA)
14 Julho 2019 – ePrix Nova Iorque II (EUA)

O QUE É A FORMULA E?

A Fórmula E é o único e inovador campeonato FIA de monolugares 100% elétricos, que se encontra na sua quinta temporada, depois de quatro anos marcados pelo sucesso, onde a inovação, o espetáculo e os ideais desta competição fizeram com que inúmeras marcas apostassem oficialmente na Fórmula E, casos da BMW, Nissan, Audi, DS, Jaguar, NIO e Mahindra, com a Porsche e Mercedes também presentes de uma força “disfarçada”.

As quatro temporadas ficaram marcadas pelo sucesso, fazendo o público vibrar, despertando a atenção de novos fãs, com corridas exclusivamente citadinas, bem no coração das principais cidades Mundiais.

A Fórmula E representa uma visão para o futuro da Indústria automóvel nos próximos anos, servindo de desenvolvimento ao redor do veiculo elétrico, acelerando o interesse geral nestes carros e promovendo a sustentabilidade. Operando como um campeonato “aberto”, esta competição dá às marcas de automóveis a oportunidade de mostrar as suas inovações de energia elétrica num ambiente de corrida, com a possibilidade de projetarem carros com as especificações estabelecidas pela FIA.

O campeonato gira em torno de três valores fundamentais: energia, ambiente e entretenimento e é uma fusão de engenharia, tecnologia, desporto, ciência, design, música e entretenimento – tudo combinado para impulsionar a mudança em direção a um futuro elétrico e sustentável.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação