Braga Desporto

Taça de Portugal: Supremacia do FC Porto contrariada pelo Braga já no século XXI

Abel Ferreira © Joaquim Lima / Semanário V
Agência Lusa
Escrito por Agência Lusa

O FC Porto tem evidenciado uma clara supremacia nos confrontos com o Sporting de Braga para a Taça de Portugal de futebol, mas os minhotos impuseram-se nos dois últimos embates, com destaque para a final da época 2015/16.

Em vésperas de mais um encontro entre os dois clubes para a competição, referente à primeira mão das meias-finais desta temporada, o balanço é altamente favorável ao FC Porto, que, em 15 eliminatórias/finais, se superiorizou à equipa bracarense em 12, incluindo duas no jogo decisivo, em 1977 e 1998.

Os ‘arsenalistas’ conseguiram inverter a tendência já século XXI, com a vitória na final da Taça de Portugal em 2016, na última vez que as duas equipas se defrontaram, no desempate por grandes penalidades (4-2), depois de ter permitido que os ‘dragões’ recuperassem de uma desvantagem de dois golos e empatassem 2-2, com um ‘bis’ do avançado André Silva.

O Braga, que conquistou nessa época o segundo título na prova, depois de um primeiro troféu alcançado 50 anos antes, em 1966, também tinha saído vencedor do encontro anterior com os ‘azuis e brancos’, em casa, por 2-1, nos oitavos de final da temporada 2012/13, num jogo em que foi a equipa minhota a conseguir virar o resultado, depois de os visitantes se terem adiantado no marcador.

Apesar do saldo ‘demolidor’ de 12 vitórias do FC Porto, contra apenas três do Braga e dois empates, a equipa portuense venceu apenas um dos três embates realizados no século XXI, em 2004, por 3-1, graças a um ‘hat-trick’ do lituano Edgaras Jankauskas, mas meias-finais da prova, na qual perderia no jogo decisivo com o rival Benfica (2-1, após prolongamento).

Dois anos antes, em 2002, o Sporting de Braga tinha surpreendido os ‘dragões’ em pleno Estádio das Antas, no Porto, por 2-1, nos quartos de final, na última vez em que afastou da Taça de Portugal o atual campeão nacional e líder da I Liga e na única ocasião em que venceu no reduto dos portuenses.

Até essa altura, o FC Porto tinha-se superiorizado sempre em eliminatórias frente ao próximo adversário, sobressaindo os triunfos nas finais de 1977, por 1-0, sob o comando do histórico treinador José Maria Pedroto, graças a um golo de Fernando Gomes, e de 1998, por 3-1, com António Oliveira no comando técnico.

O primeiro duelo entre os dois emblemas na Taça disputou-se em 05 de maio de 1952, nos oitavos de final: os bracarenses travaram os portuenses na primeira mão, alcançando um empate 1-1 em casa, mas a deslocação ao Porto saldou-se por uma goleada por 10-1, resultado que permanece como o mais desnivelado entre ambos em todas as provas nacionais.

Em 1958, os ‘azuis e brancos’ voltaram a impor-se nuns ‘oitavos’ disputados em duas mãos, mas de forma menos categórica (vitória em casa por 3-1 e derrota fora por 3-0), seguindo-se uma sequência de nove vitórias seguidas do FC Porto, entre as quais as duas finais, que o Braga só conseguiu quebrar após a passagem do século.

Comentários

Acerca do autor

Agência Lusa

Agência Lusa