Destaque Vila Verde

Sapadores Florestais fazem gestão de combustível em Ribeira do Neiva

Sapadores do Cávado efetuam queima controlada em Vila Verde © FAS / Semanário V
Fernando André Silva

Está em marcha o programa de prevenção de incêndios florestais aprovado e financiado pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e levado a cabo pela Associação Florestal do Cávado. Esta segunda-feira, depois de várias parcelas de terreno terem sido queimadas em Aboim da Nóbrega, Gondomar e zona do Vade, é a vez de Godinhaços ser alvo da gestão de combustível elaborada no terreno pelos sapadores florestais.

Segundo dados fornecidos pelo Comando Distrital de Operações e Socorro de Braga, estão envolvidos 18 operacionais e cinco viaturas na gestão de combustível nas terras altas de Godinhaços, União de Freguesias de Ribeira do Neiva.

O plano abrange uma extensão de 584,6 hectares, com uma série de intervenções programas para 93 parcelas situadas nas localidades de Aboim da Nóbrega e Gondomar, Prado S. Miguel, União de Freguesias da Ribeira do Neiva, União de Freguesias do Vade e Valdreu.

“Estão em causa áreas de matos de grandes dimensões e de elevada densidade, constituídas essencialmente por tojo, carqueja, urze e codeços, o que facilita a propagação rápida de material combustível e dificulta a eficácia das operações de limpeza“, explica Carlos Cação, presidente da Associação Florestal do Cávado.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista