Braga Destaque

Comerciantes questionam Ricardo Rio sobre a falta de condições da feira semanal

© DR
Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Esta segunda-feira, um comerciante da feira semanal de Braga, marcou presença na reunião camarária, para defender o regresso da feira ao Altice Forum. O objetivo foi entregar a petição assinada por cerca de 60% dos feirantes ao vereador Artur Feio e pedir o apoio do PS, que defende a sua continuidade no antigo Parque de Exposições.

A feira semanal de Braga está instalada, agora, na nacional 101, nas mediações do Estádio 1.º de Maio, e os comerciantes, com o apoio do movimento ativista Braga para Todos, estão revoltados com a falta de intervenção do executivo nesta situação.

Segundo Cláudia Machado, membro do Braga para Todos, que marcou presença na reunião, Artur Feio interpelou o presidente da Câmara de Braga, Ricardo RIo, sobre a “contínua incerteza da situação dos feirantes de Braga” e acusou, ainda, o edil de estar a cobrar taxa aos comerciantes que trabalham em terra batida, ao que o autarca assegurou que os comerciantes têm isenção nas taxas e os que trabalham na estrada nacional têm descontos.

Artur Feio referiu, também, que muitos dos feirantes decidiram abandonar a feira enquanto a Câmara não toma decisões, por falta de condições e porque o número de clientes diminuiu e não é rentável.

De acordo com o Braga pra Todos, Ricardo Rio assegura que a instalação da feira semanal na estrada nacional é temporária.

Roberto Martinho, comerciante há 10 anos, questionou Ricardo Rio da razão pela qual a feira não regressa ao Altice Forum, algo que foi promessa do edil e estaria previsto no projeto inicial, e relembrou que os feirantes “estão na terra, que é só pó ou lama” e quando chove “a inundação na estrada impede de trabalhar”.

O comerciante revelou que, neste momento, “permanecem cerca de 100 a 300 comerciantes” na feira e acusou Ricardo Rio de não saber comunicar com os bracarenses, uma vez que, ao invés de serem notificados, sabem “as coisas pela comunicação social e as redes sociais”.

 

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista