Destaque Região

Fertuzinhos de fora dos lugares elegíveis do PS ao Parlamento Europeu

Sónia Fertuzinhos, José Morais e Álvaro Rocha em Aboim da Nóbrega © FAS / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

Sónia Fertuzinhos, de Guimarães, está de fora dos nove nomes que estão em lugar elegível pelo Partido Socialista às eleições para o Parlamento Europeu, que se disputam em maio, apurou o Semanário V junto de fonte socialista.

António Costa anuncia esta noite, de forma oficial, os nomes durante a reunião de comissão política que decorre em Lisboa, e, no que à região de Braga diz respeito, a grande surpresa será a não inclusão da também companheira do ministro Vieira da Silva. Não haverá qualquer minhoto nos lugares tradicionalmente elegíveis ao Parlamento Europeu.

No nono lugar da lista está Manuel Pizarro, líder da distrital do PS Porto, algo que terá desagradado a Joaquim Barreto, presidente da distrital de Braga, embora o mesmo tenha negado, ao Porto Canal, ter proposto Fertuzinhos para os lugares cimeiros da lista.

O ex-ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, encabeça a lista dos socialistas, seguindo-se Maria Leitão Marques, ex-ministra da presidência, Carlos Zorrinho, Margarida Marques, Pedro Silva Pereira, Sara Cerdas (Madeira), André Badford (Açores), Isabel Santos e Manuel Pizarro.

Em décimo lugar, com pouca probabilidade de ser eleita, surge a primeira minhota da lista: Isabel Estrada, diretora da licenciatura de Ciência Política da Universidade do Minho (UMinho) e diretora do Programa de Doutoramento de Ciência Política e Relações Internacionais da UMinho.

Nas últimas eleições europeias, realizadas em 2014, o PS elegeu oito eurodeputados, enquanto o PSD e o CDS elegeram sete. CDU elegeu três, MPT dois e o BE apenas um. O PS já manifestou que pretende eleger nove deputados nestas europeias.

 

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação