Destaque Vila Verde

Viatura da AF Cávado danificada após acidente em Vila Verde

Fernando André Silva

Uma viatura dos Sapadores Florestais da Associação Florestal (AF) do Cávado, pertencente ao concelho de Vila Verde, sofreu um acidente durante os trabalhos de gestão de combustível que decorreram na passada semana, em vários pontos do Norte de Vila Verde. Os cinco elementos daquela equipa não sofreram quaisquer ferimentos.

O Semanário V apurou junto de fonte da direção da AF Cávado que existiu um “pequeno acidente” com aquela viatura na passada semana, e que a mesma já se encontra na oficina para reparação. “Não houve feridos, apenas um pequeno acidente, nada de especial”, disse. “Dentro de alguns dias já estará operacional”, garantiu o elemento da direção da AF Cávado, indicando que se trata da viatura mais antiga da corporação.

Os Sapadores Florestais da AF Cávado estão a cumprir um plano de gestão de combustível em vários pontos do concelho de Vila Verde, na sequência de um programa de prevenção de incêndios florestais aprovado e financiado pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas. Várias parcelas de terreno foram já queimadas em Aboim da Nóbrega, Gondomar, União do Vade, e Ribeira do Neiva.

O plano abrange uma extensão de 584,6 hectares, com uma série de intervenções programas para 93 parcelas situadas nas localidades de Aboim da Nóbrega e Gondomar, Prado S. Miguel, União de Freguesias da Ribeira do Neiva, União de Freguesias do Vade e Valdreu.

“Estão em causa áreas de matos de grandes dimensões e de elevada densidade, constituídas essencialmente por tojo, carqueja, urze e codeços, o que facilita a propagação rápida de material combustível e dificulta a eficácia das operações de limpeza“, explica Carlos Cação, presidente da Associação Florestal do Cávado.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista