Destaque Vila Verde

Hoje foi dia de corrida de panquecas no centro escolar de Vila Verde

Centro Escolar de Vila Verde (c) FAS / Semanário V
Fernando André Silva

Se passou esta tarde junto à Escola Básica N.º2 de Vila Verde, mais conhecida como Centro Escolar, e viu crianças a correr com tachos na mão enquanto atiravam panquecas ao ar? Não se assuste, ninguém enlouqueceu.

A atividade é curricular e obrigatória e faz parte de um método inovador de ensino proporcionado pela professora de inglês Ana Cristina Machado, e está incluída no plano anual das atividades, estando relacionado com o dia das panquecas que é celebrado em Inglaterra.

Centro Escolar de Vila Verde (c) FAS / Semanário V

Depois de uma manhã onde cerca de 200 alunos confecionaram a iguaria, num atelier montado numa sala de aulas propositadamente para os pequenos chefs, o período da tarde foi para atirar as panquecas ao ar, em “sertãs”, “caçarolas” e “frigideiras”, enquanto disputavam corridas entre si.

Ana Cristina Machado explica que esta atividade tipicamente inglesa “tem a ver com a Páscoa e celebra-se normalmente entre o dia 3 de fevereiro e o 5 de março”.

“Em Inglaterra fazem panquecas nas escolas e nós, de manhã, colocámos as turmas de terceiro e quarto ano a fazer o mesmo e agora estamos a fazer a corrida de panquecas”, explicou ao Semanário V. Acrescentou ainda que esta tradição terá tido início quando uma senhora se foi confessar com um tacho na mão.

Ana Cristina Machado, professora de Inglês (c) FAS / Semanário V

A professora aponta que as crianças “gostam muito disto porque envolve não só as panquecas mas também as corridas”. “Aqui em Vila Verde esta tradição começou um pouco do nada, e é o primeiro ano que fazemos aqui no centro escolar”, conta a professora, revelando que, em outras escolas do agrupamento, já é feito há três anos.

“Eles adoram, especialmente as corridas, devido ao espírito de competição, porque eles têm de correr de tacho na mão com a panqueca sem a deixar cair e ainda param a meio para as virar”, conta.

Centro Escolar de Vila Verde (c) FAS / Semanário V

Sobre os tachos, são os próprios alunos que os trazem de casa, causando alguma concorrência desleal entre alunos que trouxeram “tachos a parecer panelas”.

Segundo a professora, todas as escolas do agrupamento escolar de Vila Verde vão realizar esta atividade. “No Pico será na próxima quinta-feira enquanto as outras escolas de menor dimensão vão fazendo nos dias seguintes”, explica. E os alunos adoram.

Sobre a aprendizagem da língua inglesa, a professora confidencia que eles gostam. “É assim, Inglês eles gostam, regra geral, e este tipo de atividades fomenta, na minha perspetiva, a motivação das crianças. É fundamental aprender não só a língua mas também a cultura daquele país”, vinca.

“Uma das escolas com mais crianças no país”

Joaquim Cerqueira, coordenador do Centro Escolar de Vila Verde, realça que “todas as iniciativas são importantes” e que esta em concreto “demonstra a dinâmica da professora de Inglês”. “Esta atividade é de âmbito curricular, é uma atividade obrigatória para o terceiro e quarto ano, e, como em todas as atividades que realizámos, o objetivo é sempre a pensar nas nossas crianças”.

Joaquim Cerqueira – Coordenador do Centro Escolar de Vila Verde (c) FAS / Semanário V

O coordenador destaca que as atividades desenvolvidas ao longo de todo o ano letivo no Centro Escolar de Vila Verde contribuem para o desenvolvimento intelectual e pessoal de cada uma das crianças. “Mas não é só. Também servem para afirmarmos cada vez mais esta escola como a referência que, digo eu, o temos sido”.

“Acho que temos sido uma escola de referência e por isso temos de continuar porque cada vez há mais contrariedades. O objetivo é formar estas crianças para o futuro que nem sempre é tão risonho como parece. Temos, acima de tudo, que incutir determinação, organização e disciplina.

O Centro Escolar de Vila Verde é composto por 420 alunos, desde o pré-escolar até ao quarto ano, todos da zona de Vila Verde e Loureira. “Esta é a escola que tem mais crianças no concelho e uma das maiores, em termos de alunos, de toda a região Norte”, revelou Joaquim Cerqueira.

O ‘Pancake Day’ ou ‘Dia da Panqueca’, conhecido como ‘Shrove Tuesday’ ou terça-feira gorda, é celebrado na terça- feira de Carnaval, no Reino Unido, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia e Canadá, onde tradicionalmente se comem panquecas porque no dia seguinte começa o jejum da Quaresma.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista