Destaque Região

Homem que vigiou e matou mulher em Vieira do Minho fica em prisão preventiva

Fernando André Silva

António Fidalgo, de 40 anos, suspeito de estrangular a esposa depois de um ato de ciúme, viu ser-lhe decretada a prisão preventiva pelo tribunal, na sequência das suspeitas do ato hediondo que terá cometido na passada quarta-feira, em Salamonde, Vieira do Minho.

Ouvido por um juiz no tribunal de Guimarães, o homem terá confessado que agrediu a mulher e a deixou inanimada no chão, a mesma versão que apresentou perante militares do posto da GNR de Braga, onde se entregou depois de cometer o crime, tendo depois sido detido pela PJ de Braga. Manteve a versão de que não assassinou a mulher.

Com dois filhos menores, corria um processo de divórcio entre ambos, com o arguido a desconfiar que Ana Paula, esposa, estaria com outra relação. O homem terá mesmo feito um ultimato à vítima para que não saísse com um alegado “amante”, recorrendo a câmaras de videovigilância para vigiar Ana Paula.

Terá sido em um desses momentos de vigilância que António Fidalgo verificou a chegada de um homem ao local de trabalho de Ana Paula, algo que despoletou ciumes, indo António ao mesmo local, acabando por atacar a vítima que perdeu a vida no local por asfixia.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista