Braga Cultura Destaque

Rapper bracarense Ângela Polícia apresenta novo disco em primeira mão este sábado

Fernando Fernandes © gnration
Redação
Escrito por Redação

O segundo disco de Ângela Polícia, ainda sem título conhecido, vai ser apresentado este sábado, no gnration, com a colaboração visual do coletivo Openfield Creativelab.

Este concerto insere-se no ciclo Trabalho da Casa, uma iniciativa que coloca artistas locais em residência artística e posterior concerto.

O artista, Fernando Fernandes, estreou-se, a solo, em 2017 com o álbum “Pruridades”, lançado pela Crate Records. Apresenta-se como um músico artisticamente versátil, que se desdobra em diversos projetos: vocalista nos rockers Bed Legs, rapper na fusão rap-rock dos Osso, voz e corpo de sensibilidade maior na densa eletrónica-pop de O Amante Negro e, ainda, membro ativo no coletivo artístico local Projéctil.

“No submundo de Braga, nasceu música urgente, de alma inquieta e com confiança suficiente para firmar uma identidade própria”, refere a revista digital Rimas & Batidas sobre Ângela Polícia, projeto musical de maior destaque do bracarense.

Em menos de dois anos, Ângela Polícia, nome retirado do seu próprio nome, Fernando Manuel da Ângela Polícia Fernandes, percorreu clubes, salas e festivais por todo o país. Apresentou-se na primeira parte dos norte-americanos Shabazz Palaces, em Braga, e acompanhou o rapper californiano Signor Benedick The Moor na sua primeira digressão por Portugal.

Mais recentemente, o artista deu voz ao novo single de RIOT, pseudónimo de Rui Pité, dj e produtor, membro dos Buraka Som Sistema. Além disso, nos último meses, teve a sua primeira colaboração internacional, fazendo ponte entre Portugal e Brasil em “As Noites Contam Histórias”, tema do rapper brasileiro Gábe.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação