Braga Destaque Vila Verde

Vila Verde. “Pombinha” é a escolhida para a procissão da burrinha em Braga

Francisco Ferraz e pombinha © Luís Ribeiro / Semanário V
Fernando André Silva

Já está escolhida a estrela deste ano para o Cortejo bíblico “Vós sereis o meu povo”, mais conhecida como “Procissão de Nossa Senhora da burrinha”. Pombinha, de 12 anos, voltará a percorrer as ruas do centro histórico de Braga durante uma das procissões mais concorridas da Semana Santa de Braga.

A informação foi avançada em exclusivo ao Semanário V por Francisco Ferraz, criador de burras residente em Escariz São Mamede, concelho de Vila Verde, e que, já há mais de uma década, é quem fornece a principal estrela desta procissão, que carrega uma estátua de nossa senhora perante o olhar de milhares de devotos, turistas e curiosos.

Francisco Ferraz e as burrinhas © Luís Ribeiro / Semanário V

Francisco Ferraz conta atualmente com seis burras mirandesas de criação, devidamente certificadas pela Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino (AEPGA), e pelo menos três já participaram na famosa procissão. Lili, com 25 anos, é a mais antiga.  Sobre a prestação das burras, Ferraz garante que todas se “comportam muito bem na procissão”

Ferraz anuncia ainda que, caso algo lhe aconteça e já não possa criar mais burras, vai “oferecer uma burra à organização da procissão para acautelar os próximos anos”. “Só preciso que arranjem um terreno lá em Braga e podem ficar com ela”, assegura.

Francisco Ferraz e pombinha © Luís Ribeiro / Semanário V

Pombinha, Grilo, Lili, Rola, e a Meiguinha são as burras de Francisco Ferraz. Há também um “burrinho”, que ainda não tem nome. “Porque ainda não está registado. Tem de vir os indivíduos da associação meter o chip e depois é que vamos dar um nome conforme a letra do ano. Eu dou o nome, mas eles dizem a letra pela qual tem de começar. E temos de encontrar um nome que comece por essa primeira letra”, explica.

Procissão da burrinha 2018 © FAS / Semanário V

A procissão de Nossa Senhora da burrinha”, segundo o site da organização, apresenta a pré-história do Mistério Pascal de Jesus que a Igreja celebra nos dias seguintes. Desde o chamamento de Abraão, passando pela era dos Patriarcas, pela escravidão no Egipto e gesta libertadora de Moisés (prefiguração de Cristo), até à infância de Jesus, incluindo a sua fuga para aquele país com José e Maria com o Menino montada numa burrinha, desfilam, em sucessão cronológica e em verdadeira catequese viva, profetas, reis, figuras eminentes, símbolos e quadros bíblicos do Antigo Testamento. No essencial, assim é figurada a Aliança de Deus com o seu povo ― “Vós sereis o meu povo” ― e prefigurada a Nova Aliança que será selada com o sangue de Cristo.

Itinerário
Igreja de S. Victor > Largo da Senhora-a-Branca > Avenida Central (lado norte) > Largo de S. Francisco > Rua dos Capelistas > Rua Justino Cruz > Rua do Souto > Largo do Barão de S. Martinho > Avenida Central (lado sul) > Largo da Senhora-a-Branca e recolhe à igreja de S. Victor.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista