Região

Professor de Ponte de Lima acusado de 97 crimes de abuso e coação sexual

Redação
Escrito por Redação

Um professor com 59 anos de idade começou a ser julgado por suspeitas de abuso sexual das duas filhas, na altura menores, estando acusado ainda de tentar abusar de uma amiga das filhas. Ao todo, e segundo avança o Correio da Manhã, o professor está acusado de 97 crimes de abuso, coação e importunação sexual, quase todos de forma agravada.

Segundo a acusação do Ministério Público, citada pela mesma fonte, o professor abusaria das filhas quando estas ficavam à sua guarda. Os pais, divorciados, partilhavam a custódia das menores. Segundo a acusação, a maior parte dos crimes foram praticados sobre a filha mais velha, atualmente com 23 anos.

Os abusos terão começado quando a filha teria apenas sete anos de idade, em 2003, ainda antes do divórcio dos pais. Esta filha foi internada compulsivamente e medicada devido a ataques de pânico que sofria. O calvário das filhas terá terminado em 2016, quando a filha mais velha contou à mãe o que sucedia. A filha mais nova terá dito de igual modo que era vítima das investidas do pai.

O homem foi denunciado na Polícia Judiciária de Braga mas nunca foi detido, ficando ainda a dar aulas. Só quando foi conhecida a acusação do Ministério Público, é que o professor foi suspenso não só de dar aulas mas também do exercício das responsabilidade parentais.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação