Destaque País

Parlamento Europeu aprova o fim da mudança de hora

Redação
Escrito por Redação

O Parlamento Europeu aprovou, esta terça-feira, em Estrasburgo, a proposta de fim da mudança de hora bianual, a partir de 2021.

A Comissão Europeia tinha, inicialmente, proposto o fim da mudança da hora em março e em outubro nos países europeus já este ano, no entanto apenas em 2021 entra em vigor.

Cabe, agora, aos Estados-membros decidir pela hora de verão ou a hora de inverno. Se optarem por aplicar a hora de verão, os relógios passam para a hora definitiva no último domingo de março de 2021. Se for escolhida a hora de inverno, os relógios devem fixar-se numa hora definitiva no último domingo de outubro.

O Parlamento adianta que os países devem coordenar entre si a escolha das respetivas horas, de forma a garantir o bom funcionamento do mercado interno. Os governos terão de notificar a decisão a Bruxelas até ao dia 1 de abril de 2020, o mais tardar.

O texto hoje aprovado foi elaborado pela comissão de Transportes do Parlamento Europeu. É referido que as datas indicadas na proposta da Comissão Europeia são prematuras, tendo sido o prazo alargado para 2021, uma vez que os Estados-membros devem “dispor de tempo e da possibilidade de realizarem as suas próprias consultas públicas e avaliações de impacto, a fim de compreender melhor as implicações da abolição das mudanças de hora sazonais em todas as regiões”.

Após um estudo seobre este tema, a Comissão Europeia apresentou esta proposta da abolição da mudança da hora, que contou com uma participação de 4,6 milhões de europeus, tendo 84% dos inquiridos “votado” a favor de por fim às mudanças sazonais da hora.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação