Vila Verde

EPATV e Bienal na Escola: “um combate contra o medo”

Redação
Escrito por Redação

O artista Luís Coquenão desafiou ontem cerca de duas dezenas de alunos da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), de Vila Verde, a participar na VII Bienal de Arte na Escola ao afirmar que “o medo é o inimigo número um da arte”.

Este pintor e coordenador artístico da Bienal Internacional de Arte Jovem, estava acompanhado do artista plástico, Rafael Ibarra, no último dos quatro workshops, com que arrancou esta iniciativa.

Na sessão de abertura deste Workshop na EPATV, aberto aos alunos do Curso Profissional Técnico de Design Gráfico, a Vereadora Júlia Fernandes deu conta dos momentos desta bienal que está na fase de execução de obras para a exposição que é aberta no dia 16 de maio, na Biblioteca Professor Machado Vilela, da qual são escolhidas as obras que representam Vila Verde na Bienal Internacional de 2020.

“Aproveitem esta oportunidade para mostrar o vosso talento e criatividade” – disse Júlia Fernandes, agradecendo a disponibilidade total da EPATV para aderir a mais esta iniciativa municipal.

Por sua vez, a Diretora Pedagógica da EPATV, Sandra Monteiro, agradeceu “a presença e contributo de dois grandes artistas” e manifestou o desejo de que os “os alunos aproveitem todos os seus ensinamentos e conselhos”.

As Professoras Ana Nogueira e Fátima Pimenta explicaram que a EPATV participa com trabalhos individuais e coletivos, de modo a estimular a criatividade de cada aluno e o espírito de grupo na conceção de uma obra de arte.

Pelo que pôde apreciar, antes de conversar com cada um dos alunos, Luís Coquenão deu conta da “qualidade de desenho que é muito boa nos trabalhos em fase de execução, sinal de que há muita vocação para as artes”.

Trata-se de um projeto promovido pela Câmara Municipal de Vila Verde, em parceria com os Agrupamentos de Escolas do concelho, a EB 2/3 Mons. Elísio Araújo, a Escola Secundária de Prado e a EPATV.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação