Destaque Região Vila Verde

Governo financia redução de 50% no transporte escolar em Vila Verde

Redação
Escrito por Redação

O Fundo Ambiental do Governo vai disponibilizar 1,6 milhões de euros para investir no programa de redução tarifária nos transportes públicos dos municípios da CIM Cávado, com Vila Verde a receber 172 mil euros, anunciou esta quinta-feira a Agência Lusa.

Segundo a mesma fonte, Vila Verde vai investir este dinheiro no complemento de 50% no transporte escolar secundário, na limitação a 50 euros do preço máximo dos passes e ainda um desconto de 10% em títulos de viagens mensais inferior a 50,50 euros.

A maior verba cabe ao município de Braga, que investirá mais de 782 mil euros naquele programa.

Segue-se o município de Barcelos, com 423 mil euros, que vai implementar a gratuitidade de todos os transportes escolares, criar um passe social para reformados com redução tarifária em 50% e criar uma bolsa de passes mensais com viagens ilimitadas para uso do transporte público por famílias durante os meses de verão e na Semana da Mobilidade.

O programa permitirá também a duplicação da atual oferta de transporte público do Barcelos Bus e o alargamento do serviço aos sábados à tarde, domingos e feriados.

Para Esposende, estão reservados 92 mil euros, a aplicar integralmente no complemento de 50% no transporte escolar secundário.

Amares e Terras de Bouro terão, respetivamente, 87 mil e 72 mil euros, que investirão em passes ilimitados para grupos específicos.

O programa de redução tarifária nos transportes públicos começa em 1 de abril em 16 Comunidades Intermunicipais (CIM), incluindo a do Cávado, tendo apenas cinco delas adiado o seu arranque para maio, de acordo com o Ministério do Ambiente.

O programa prevê que as 21 CIM recebam, através do Orçamento do Estado, um total de 23,2 milhões de euros para adotarem medidas de redução tarifária nos transportes públicos nos respetivos territórios.

O Governo incumbiu cada CIM de definir a nível local qual será o valor da redução no preço das viagens.

Esta iniciativa está inserida no Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART), que conta com 104 milhões de euros do Fundo Ambiental, através do Orçamento do Estado, e terá a comparticipação de 12 milhões de euros dos municípios, um valor acima do previsto.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação