Região

Barcelos. “Bamos às Cruzes” aposta em copos reutilizáveis

Redação
Escrito por Redação

A grande novidade da edição deste ano do “Bamos às Cruzes”, em Barcelos, é a implementação no stands do recinto de copos de plástico reutilizáveis, anunciou hoje a Câmara de Barcelos.

Em comunicado, a autarquia diz pretender uma dedução drástica fa quantidade de lixo produzido e contribuir para um recinto mais limpo.

“Os bares do Bamos às Cruzes irão servir as bebidas em copos reutilizáveis, contra o pagamento de uma caução de um euro, restituída com a devolução do recipiente em bom estado”, informa a Câmara de Barcelos.

Entretanto, já está fechado o cartaz do “Bamos às Cruzes”, que se irá realizar nos dias 26, 27 e 30 de abril, 2, 3 e 4 de maio, na Alamedas das Barrocas, com muita música e 28 bares a funcionar entre as 23h e 05h.

À cantora Blaya, primeiro nome anunciado, juntam-se, agora, Zé Amaro e Luciana Abreu, Melão, Cláudia & Os Minhotos Marotos, David Antunes & The Midnight Band.

No dia de abertura do “Bamos às Cruzes”, 26 de abril, o palco vai pertencer a Cláudia & Os Minhoso Marotos, RJ, Meninos do Rio e DJ Viktor Soul.

No dia 27 de abril, a festa vai ser de nostalgia com o “Cruzes Revenge 80’s, 90’s, 00’s”, o convidado especial Melão e os DJ Viktor e Dann B.

O funk de Blaya, notabilizada pelo tema “Faz Gostoso”, vai ecoar pela Alameda das Barrocas, no dia 30 de abril, seguindo-se os DJ Paulo Machado e Pette.

No dia 2 de maio, a animação do “Bamos às Cruzes” está a cargo de David Antunes & The Midnight Band, Tuna do IPCA, DJ Fifty e Viktor Soul.

No 3 de maio, feriado municipal, o conhecido cantor português Zé Amaro é o principal chamariz, numa noite que contará, ainda, com os DJ Meninos do Coro e Joca.

O “Bamos às Cruzes” encerra no dia 4 de maio com a cantora Luciana Abreu e os DJ Dann B, DJs All In e Tiago Cruz.

Inserido no programa da Festa das Cruzes, ao longo dos últimos anos, o “Bamos às Cruzes” tem-se revelado um sucesso, contribuindo para o rejuvenescimento do público da primeira grande romaria do Minho.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação