Braga

Braga. Movimento político aponta críticas ao estado de degradação do centro da cidade

Redação
Escrito por Redação

No seguimento do Fórum Turismo, que se realizou no Altice Forum Braga e onde foi debatido o potencial da cidade, o movimento político Braga para Todos veio a público criticar a posição da Câmara de Braga em relação ao estado como se encontra o centro da cidade.

O movimento político independente questiona o presidente se “pretende continuar a receber os turistas num cenário de degradação e perigo como se encontra o centro da cidade”, acrescentando que “os dois chafarizes desligados e visivelmente degradados” poderão pôr em perigo crianças e animais.

Em comunicado, o Braga para Todos destaca a aposta no turismo como um dos pontos positivos neste mandato de Ricardo Rio, bem como a dedicação do vereador Atino Bessa em dinamizar a imagem de Braga, que ajuda a “dinamizar o centro da cidade, criar novos postos de trabalho e até novas formas de negócio”.

No entanto, o movimento não deixa de criticar a forma como está a ser gerida esta “imagem da cidade”. Elda Fernandes, do Braga para Todos, afirma que “em Braga há a vontade de fazer, de mostrar, e isso deve ser elogiado, porque a Braga cinzenta e abandonada de outrora, hoje está cheia de movimento, turistas, atividades e opções cada vez mais para todos, mas os detalhes faltam a Ricardo Rio e, quando esses detalhes são um perigo público, todos devemos nos pronunciar”.

As críticas do Braga para Todos são fundamentadas no estado de degradação dos chafarizes menores do centro da cidade e do estado do pavimento. “Braga tem vários pontos de interesse, mas há algo que na nossa ótica é obrigatório, que é Praça da República estar limpa, segura e cuidada. A primeira é cumprida, mas as outras não e não podemos aceitar que o centro tenha chafarizes, que eram muito bonitos sem estarem a funcionar e sem se fazer nada naquele espaço”.

Relativamente a soluções para estas situações no centro da cidade dos arcebispos, o Braga para Todos, afirma ter propostas que irá enviar ao edil. “A nossa sugestão é as duas fontes serem tapadas e colocado um novo pavimento que se distinga do restante, mas permita, por exemplo, criar uma zona de lazer com mesas em ferro e uns bancos, ou até replicar os que estão no Parque Desportivo da Rodovia, como há sempre várias pessoas no centro da cidade, achámos que era uma forma de estarem mais confortáveis e seguras, o pavimento na zona pedonal isso é urgente arranjar”.

 

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação