Braga Destaque

Novo projeto digital liga profissionais de saúde a 15 mil doentes crónicos em Braga

UMinho

Foi esta segunda-feira inaugurado o Centro de Medicina Digital P5, um novo projeto da Escola de Medicina da Universidade do Minho (EMeD) que pretende aproximar os profissionais de saúde para com doentes crónicos. A plataforma conta com uma equipa formada por médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e outros profissionais de saúde.

Numa primeira fase, são 15 mil utentes que passam a contar com acompanhamento digital, via telemóvel ou computador, com profissionais de saúde. Diabéticos e hipertensos são o “alvo” deste projeto.

As três Unidades de Saúde Familiar (USF) que servem de teste para este novo projeto estão em conceito urbano, misto e rural: USF Manuel Rocha Peixoto (Braga), USF S. Miguel-o-Anjo (Vila Nova de Famalicão) e USF Saúde Oeste (Sequeira, Braga).

Nuno Sousa, presidente da Escola de Medicina da Universidade do Minho, em declarações à Antena 1, refere que os utentes vão ter acesso a estas plataformas digitais onde vão encontrar profissionais de saúde que estão a trabalhar na interface entre os cuidados hospitalares de saúde e cuidados mais diferenciados. “Permite garantir que podemos ajudar os profissionais de saúde a lidar com situações crónicas que afetam os doentes”, explica o presidente da EMeD.

Doenças como a Diabetes melitus, hipertensão arterial são “flagelos da sociedade moderna e apresentam indices muito elevados em Portugal”, diz Nuno Sousa, relevando o projeto como potencial oferta para “adicionar valor ao sistema”. “Falámos de doenças muito centradas nos estilos de vida, personalizado, de proximidade”, explica Nuno Sousa.

“A medicina do futuro será adicionar saúde aos anos de vida que conquistámos nas últimas décadas e a prevenção é o que irá distinguir a medicina do futuro. [Para isso] temos a capacidade das novas tecnologias e profissionais muito competentes”, refere.

Com este projeto, tanto EMeD como ARS Norte esperam aumentar a equidade na saúde. O projeto será trabalhado durante 2019 e poderá ser estendido a todo o território nacional.

Comentários

Acerca do autor

Paulo Moreira Mesquita

Paulo Moreira Mesquita

Diretor Semanário V