Amares

Relatório de Contas revela maior valor de investimento de sempre da Câmara de Amares

© CM Amares
Redação
Escrito por Redação

O executivo municipal de Amares apreciou, esta semana, o Relatório de Contas referente ao ano 2018.

Segundo Manuel Moreira, presidente da autarquia, este documento revela a situação financeira positiva e a capacidade da Câmara Municipal de Amares arrecadar receita e realizar investimento. O respetivo relatório foi aprovado por maioria, com um voto contra e uma abstenção por parte dos vereadores da oposição.

O presidente da Câmara, em comunicado, adianta que o resultado líquido positivo aumentou cerca de 250 mil euros em relação ao período de 2017 e os fundos disponíveis revelam-se positivos em todos os meses do ano. O edil destaca, também, o “aumento generalizado de todas as rubricas de rendimentos”.

De acordo com o Relatório de Prestação de Contas, a taxa de execução da despesa do Município, em 2018, situou-se nos 90% e a execução da receita nos 87%, sendo o valor bruto de execução da receita e da despesa o maior dos últimos anos.

Em termos de receita registaram-se 14,5 milhões de euros, comparativamente com 13 milhões em 2017 e 12 milhões em 2016. Na despesa de assinalaram-se 15 milhões, comparativamente com os 13,5 milhões em 2017 e 12 milhões em 2016.

Relativamente ao ano 2017, há um crescimento de cerca de 57%, traduzido em mais 1,8 milhões de euros executados em obras financiadas. Verificou-se, ainda, um crescimento de investimento em bens de capital para realização de obras um pouco por todo o concelho.

Em termos patrimoniais, o Município passou de um resultado líquido negativo de 127 mil euros, em 2017, para um resultado líquido positivo de 124 mil euros, continuando a recuperação enorme ao nível do resultado líquido, que, em 2016, se situava num valor negativo de 1 milhão e trezentos mil euros.

As Grandes Opções Estratégicas recaíram nas funções sociais que absorveram 61% do valor total, com destaque para a Educação, com verbas na ordem dos 2,5 milhões de euros, e o saneamento com verbas na ordem de 1,7 milhões de euros.

A Educação, para além dos valores afetos a obras nos edifícios, absorveu verbas consideráveis ao nível das transferências correntes, nomeadamente nas refeições confecionadas nas escolas com verbas na ordem dos 440 mil euros. Destaque, ainda, para os 435 mil euros canalizados para os transportes escolares gratuitos para o universo de 1156 crianças e jovens que frequentam o ensino em Amares.

Ao nível social, na medida “acesso à medicação”, houve um investimento de 28 mil euros para apoiar mensalmente uma média de 90 pessoas, num universo global de 1000 apoios por ano.

Segundo o Município, a dívida continua a baixar, registando menos meio milhão de euros, comparativamente com o ano 2017.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação