Desporto País

Entre 313 a concurso, escola portuguesa foi a mais premiada em Nova Iorque

Fernando André Silva

O Conservatório de Ballet e Dança “Annarella Sanchez” foi a escola mais premiada no Youth America Grand Prix, um dos mais importantes eventos de ballet para crianças e jovens que decorreu durante a passada semana, em Nova Iorque.

Esta escola de dança e ballet, uma das mais conceituadas do país, conquistou 10 prémios divididos entre “top 12”, “top 6” e vencedores. Entre os premiados está Carolina Costa, bailarina de 12 anos que conquistou dois destes títulos.

Depois do conservatório português, classificaram-se em ex-áqueo na segunda posição a escola de arte da Coreia do Sul e a Academia de Ballet dos Estados Unidos, a jogar em casa, ambos com cinco premiados. A academia de ballet clássico Demitri Kulev, também dos EUA, conquistou quatro prémios, ocupando o último lugar do pódio.

Esta competição juntou 313 escolas/conservatórios/universidades dedicadas à dança e ao ballet vindos de 38 países. Foram interpretadas 1.259 coreografias de grupo, 710 coreografias a solo e pares, envolvendo um total de 1.600 participantes.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista