Mundo

Estudo aponta que homens com barba podem ter mais bactérias que os cães

Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Cientistas da clínica Hirslanden, em Zurique, revelam que homens com barba podem ter mais bactérias e germes que os cães.

O estudo mostrou que os homens apresentavam grandes quantidades de bactérias com micro-organismos perigosos para a saúde humana, enquanto os cães analisados apresentaram uma quantidade muito inferior de bactérias e micróbios.

O estudo envolveu um total de amostras de barba de 18 homens e de 30 cães de raças e tamanhos diferentes.

Esta pesquisa dirigida pelo professor Andreas Gutzeit teve como objetivo descobrir se haveria algum risco dos cães transmitirem uma doença aos humanos. No entanto, o professor disse, em entrevista ao Daily Mail, que os pesquisadores descobriram maior quantidade de bactérias nos homens com barba do que nos cães.

O estudo revelou que todos os homens com barba, com idade entre 18 e 76 anos, apresentaram níveis altos de bactérias, mas apenas 23 dos 30 cães apresentaram níveis altos.

 

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista