Braga Cultura

António Variações recordado no Teatro da Escola Sá de Miranda

Redação
Escrito por Redação

António Variações foi o autor escolhido pela Escola Sá de Miranda para ser alvo de homenagem na 7.ª edição do projeto “Escritores do Minho”, a cargo da Rede de Bibliotecas Escolares de Braga (RBB). O cantor, natural de Fiscal no concelho de Amares, foi escolhido pela influência da sua poesia, de acordo com os autores da escolha, a Escola Sá de Miranda.

Depois de Camilo Castelo Branco, Virgílio Alberto Vieira, Sebastião Alba, Pedro Seromenho, Maria Ondina Braga e Maria do Céu Nogueira, o músico amarense entra assim nas homenagens da RBB, em primeiro sarau que contou, nesta sexta-feira, com alunos das escolas Sá de Miranda, D. Maria II, André Soares, Conservatório Calouste Gulbenkian, Celeirós e Alberto Sampaio.

O projeto tem como propósito a promoção da leitura dos autores escolhidos por entre as bibliotecas das diferentes escolas de Braga. O primeiro homenageado foi Camilo Castelo Branco, no ano letivo de 2012/13.

Eis o motivo apresentado pela escolha de António Variações para a edição deste ano: “Esta escolha prende-se com a influência que a sua poesia consubstanciada nas letras das suas canções e composições musicais tiveram na sua época, e que ainda hoje se mantêm no panorama cultural. António Variações marcou uma época, transcendeu-a pela sua autenticidade, originalidade e talento. Nasceu, em Fiscal, concelho de Amares, fazendo o seu próprio caminho. Era diferente, excêntrico, audacioso, e nele estava patente liberdade e talento e, inevitavelmente, a diversidade, a flutuação, a inconstância e a variedade”.

O próximo Sarau terá lugar, igualmente, na Escola Sá de Miranda, a 17 de maio.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação