Destaque País

Governo anuncia aumentos na compensação de bombeiros nos incêndios florestais

Incêndio Vila Verde © FAS / Semanário V
Fernando André Silva

O Ministério da Administração Interna anunciou esta segunda-feira, em comunicado enviado às redações, que foi atingido um acordo entre Governo e Liga dos Bombeiros Portugueses, relativamente à comparticipação do Estado nas despesas resultantes da intervenção dos bombeiros em operações de proteção e socorro e estados de alerta especiais.

Segundo o documento da Diretiva Financeira de 2019, são aumentadas algumas comparticipações e o acesso a apoios financeiros será simplificado para as associações.

No documento, é indicado que cada bombeiro que integre o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) tem prevista a compensação de 50 euros por dia, enquanto comandantes são compensados com 65 euros por dia. Ao que apurámos, não se regista alteração nestes valores em relação ao ano anterior.

Como reforço, segundo o Governo, ficará incluída a “cobertura” de equipamentos de proteção individual e equipamento diverso, como computadores e aparelhos GPS.

O preço das refeições aos bombeiros sofre um aumento. No caso dos almoços e jantares, a compensação passa de 7 euros para 7,50 euros. Já os pequenos almoços, lanches e reforços passam do valor de 1,80 euros para 2,20 euros.

Foi ainda alterada a fórmula de cálculo para a comparticipação em combustíveis, algo exigido há vários anos pela Liga dos Bombeiros.

Segundo o documento, o valor da comparticipação, por litro de combustível, corresponde ao valor médio mensal fixado na tabela da Direção Geral de Energia e Geologia.

Serão ainda contempladas mais tipologias de veículos em relação à cobertura de despesas e foi revista a forma de pagamento dos veículos destruídos em operações que tenham ultrapassado o limite de vida útil.

“O DECIR 2019 prevê, no período de maior nível de empenhamento, a mobilização de cerca de 11.500 operacionais, dos quais mais de 50% são bombeiros”, finaliza o documento.

* Notícia atualizada às 13h25

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista