Destaque

Barcelos. Mãe obrigou filha menor a prostituir-se por 20 euros para comprar álcool

Partilhe esta notícia!

Uma mulher de 45 anos foi condenada a quatro anos de prisão por lenocínio de menores, após ter obrigado a filha de 13 anos a prática de atos sexuais com o irmão do próprio namorado, a troco de 20 euros.

A mulher obrigou a filha a deixar entrar no quarto onde dormia o homem, que foi então condenado a três anos e quatro meses de prisão por abuso sexual, segundo noticia o Jornal de Notícias. Ambas as penas foram suspensas.

O tribunal de Braga obrigou-os a pagar 15 mil euros de indemenização à menor e tirou, ainda, os direitos parentais à mãe, por cinco anos.

O dinheiro servia para comprar bebidas alcoólicas. Segundo o mesmo jornal, o caso remonta a 2017, quando a mulher ia a Barcelos, à casa do namorado, onde vivia também o irmão, de 50 anos. O combinado foi que, a troco de 20 euros, o homem “poderia fazer o que quisesse”.

Alegadamente, a mulher dizia à filha que o combinado servia para arranjar dinheiro para a alimentar.

Segundo o jornal, o suspeito tentou, mas a criança não o consentiu, tendo-se repetido por diversas vezes no verão de 2017. Ficou provado em tribunal que foram 10 tentativas. A mãe da criança retilhou-se o telemóvel, após a menor ter tentado acabar com a situação.

O caso foi denunciado por familiares, nomeadamente uma tia da criança, após descobrir. A própria mãe cobrava favores sexuais em troco de dinheiro.

Agora com 15 anos, a jovem está a ser acompanhada por uma psicóloga da Cruz Vermelha Portuguesa.

Comentários

topo