Vila Verde

Coro da Misericórdia de Vila Verde encantou em Macau

O Coro da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde participou no 12.º Congresso Internacional das Misericórdias, inserido nas comemorações dos 450 anos da Misericórdia de Macau, entre os dias 11 e 20 de maio.

O Coro atuou em quatro concertos, nomeadamente na abertura do Congresso Internacional e na sessão de encerramento do mesmo, no jantar de Gala dos 450 anos da Misericórdia de Macau e num concerto no Santuário de São José.

Com atuações reconhecidas por todos os presentes, destacam-se as felicitações de individualidades locais e nacionais da República da China, de provedores das Misericórdias de todo o mundo, num total de mais de 600 presenças e representações dos mais altos cargos de estado.

“Foram atuações de alto nível, aplaudida de pé com muito entusiasmo. Agradeço, em nome de toda a instituição, o convite do Sr. provedor da Santa Casa de Macau e do Sr. presidente da UMP, Dr. Manuel de Lemos, pela confiança no nosso coro para representar Portugal, Vila Verde e a nossa Misericórdia. Foi uma honra, mas pelos aplausos, acolhimento e simpatia demonstrada penso que estivemos ao alto nível. Estamos muito gratos a todos que participaram, provedores, UMP, provedor de Macau, mesários, em especial ao Dr. Bruno e Dr.ª Gisela pela sua hospitalidade. Estamos todos de parabéns”, refere o provedor Bento Morais em comunicado.

O 12.º Congresso da Confederação Internacional das Misericórdias teve início no último domingo, 12 de maio, na Santa Casa de Misericórdia de Macau, na China.

O congresso abordou questões relativas aos valores comuns e princípios que unem todas as misericórdias presentes no mundo, começando pela primeira, a Misericórdia de Florença, na Itália, que nasceu oitocentos anos atrás.

Do Brasil, participam do encontro, em Macau, os representantes das Santas Casas de São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Bahia, e de outros países como Portugal, Itália, França e Angola.

Como presidente da Confederação Internacional das Misericórdias permanece o português Manuel de Lemos, como vice-presidente, Roberto Trucchi, italiano, e o conselheiro da presidência, Stefano Santangeli, foi nomeado membro da Comissão Internacional das Misericórdias para a Formação e Educação.

A Misericórdia de Macau é uma das mais antigas do mundo. Em 2019, comemorou 450 anos de existência. Os beneficiários da sua ação são crianças, idosos e pessoas portadoras de deficiência. Um núcleo museológico dá nota da preocupação com o património cultural.

Na última segunda-feira, Manuel De Lemos e Roberto Trucchi foram recebidos pelo presidente da Região de Macau, representante do Governo chinês, numa cerimónia simbólica e marcante para a UMP e para todas as Misericórdias do Mundo.

Partilhe esta notícia!

Comentários

topo