Destaque Vila Verde

Ataques de cães vadios continuam em Vila Verde

Cães errantes em Vila Verde (c) FAS / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

Os ataques de cães vadios em Vila Verde continuam a aumentar. Nos últimos três meses a GNR recebeu quatro queixas.

No início desta semana, uma mulher de 56 anos foi mordida e várias pessoas têm sido vítimas nos últimos tempos, segundo noticia, hoje, o Jornal de Notícias.

Depois deste último ataque, o assunto volta a ser falado, não sendo uma situação nova. Segundo conta o jornal, Ludovina Carvalho estava a caminho do trabalho quando foi mordida por um cão vadio, na rua Dr. Domingos da Silva Pereira, em Vila Verde.

A população considera que a culpa destes ataques é de algumas famílias que alimentam os animais e vandalizam armadilhas colocadas pela Câmara.

A senhora revelou que o ataque do cão apenas deixou um hematona na perna.

Em Vila Verde, os cães vadios espalham-se por zonas como a rua Dr. Domingos da Silva Pereira, junto à Escola Secundária ou ao Centro de Saúde, locais com grande fluxo de pessoas.

As entidades públicas consideram que estes ataques surgem na sequência do abandono dos animais, responsabilizando os donos de cães.

Algumas armadilhas têm sido colocadas pelo Município de Vila Verde, com o objetivo de evitar ataques.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação