Destaque

Irmãos de Vila Verde levam projeto de pré-aviso de ambulância ao Governo

Partilhe esta notícia!

Sandro Pereira e Dario Pereira, irmãos de Vila Verde, apresentaram na passada quarta-feira, dia 22, em Lisboa, um dossier com a proposta de um projeto da implementação de um sistema de pré-aviso de aproximação de ambulância para condutores.

O projeto foi entregue ao secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, de forma a conseguir reunir apoios para levar avante a ideia que pode facilitar a circulação de ambulâncias em marcha de emergência e dar um aviso antecipado a condutores, que não o da habitual sirene.

Sandro e Dario estiveram no gabinete do Ministério da Administração Interna onde tiveram a oportunidade de apresentar este protótipo de sistema que funcionará com recurso a video-painéis instalados em pontos críticos de fluxo de trânsito e onde habitualmente as ambulâncias encontram dificuldades em relação ao tráfego de viaturas.

Como explicou Dario ao Semanário V, este sistema, depois de implementado, receberá o sinal de emergência de uma ambulância, num raio de seis quilómetros, enviando o pré-aviso para vídeo-painéis indiquem de onde vem a ambulância, com bastante antecedência.

Para colocar o plano em marcha, necessitam ainda da aceitação de entidades nacionais e regionais que queiram implementar os video-painéis em pontos considerados “críticos” do trânsito.

O protótipo deste sistema já foi apresentado na Universidade do Minho com recurso a um mini-vídeo-painel e um emissor de sinal de emergência, deixando excelentes indicadores. Foi também proposto ao gabinete da Proteção Civil da Câmara de Braga que terá achado a ideia interessante.

Ao Semanário V, os dois irmãos salientaram que esta ideia está a ser bem acolhida por implicar melhorias em vários indicadores. Os irmãos estudaram vários casos para perceber em que medida este novo sistema pode beneficiar a causa pública.

“Caso a ambulância chegue mais rápido ao hospital, não é só o tempo que poupa, que muitas vezes pode ser crucial para a vida do doente, mas é também uma ambulância que fica disponível mais rapidamente para socorrer outras pessoas”, apontaram os irmãos.

Comentários

topo