Destaque

Dono da Zara oferece máquina de 9 milhões de euros para ajudar a detetar tumores

Partilhe esta notícia!

Amancio Ortega, o fundador da Zara, vai dar uma máquina de nove milhões de euros ao Hospital Universitário de La Paz, em Madrid.

A máquina permite efetuar ressonâncias magnéticas e simulações de radioterapia. Segundo o “El Mundo”, esta tecnologia de última geração tem como principal objetivo diagnosticar vários tipos de tumores, bem como tratar os doentes.

Com o auxilio da máquina, será possível acompanhar a evolução do tumor em tempo real e tempo de tratamento, permitindo dar ao paciente uma radioterapia personalizada.

A máquina não estará em funcionamento até ao primeiro trimestre de 2020, no entanto permitirá curar mais pacientes em menos tempo.

Chama-se “Pepino” e “é o primeiro da Europa para o tratamento do cancro”, disse Alejo Miranda de Larra, diretor geral de infraestruturas sanitárias da cidade de Madrid.

Esta máquina garante uma “radiação mínima aos tecidos saudáveis, menor toxidade a longo prazo e menos efeitos secundários”.

Amancio Ortega, fundador do grupo Inditex, que detém marcas como Zara, Pull & Bear, Oysho e Massimo Dutti, iniciou em 2015 um projeto de apoio à oncologia pública em Espanha, que prevê doações no valor de 309 milhões de euros até 2021.

A Fundação Amancio Ortega comprometeu-se a doar 46.5 milhões de euros à comunidade de Madrid para a aposta em alta tecnologia na saúde, o que permitirá comprar equipamentos de última geração.

A máquina que custou 9 milhões de euros vai requerer uma construção de um bunker com as medidas de proteção radiológicas asseguradas para a sua instalação, estando previsto entrar em funcionamento em 2020.

Foto: El Mundo

 

 

Comentários

topo