Região

Alunos de Esposende premiados por projeto que identifica objetos perdidos

Fernando André Silva

Chama-se “Extra-Code” e é uma forma simples de resolver um problema por vezes complicado. Da autoria dos alunos do 8.º D, da Escola Básica António Correia de Oliveira, este projeto foi premiado com o primeiro lugar na Expo Empresas Escolares, promovida pela CIM Cávado.

De acordo com nota de imprensa a cargo da direção escolar da António Correia de Oliveira, esta empresa foi criada pela turma no âmbito do Programa “UP Cávado: Empreendedorismo nas Escolas”, e produz etiquetas de cetim, autocolantes, para serem colocadas em objetos do quotidiano dos alunos

As etiquitas podem ser adicionadas a vestuário, calçado, mochilas, chapéus, máquinas de calcular ou outros objetos, possuindo um QRCode contendo identificação do aluno.

“Pretende-se que, sempre que seja encontrado um objeto perdido/esquecido nos espaços escolares, os assistentes operacionais possam, através da leitura do QRCode, identificar o aluno a quem pertence e proceder à sua entrega ou notificar, através de SMS ou e-mail, o encarregado de educação”, pode ler-se na descrição do projeto destes alunos empreendedores.

“Desta forma, a Extra-Code consegue resolver facilmente um problema comum à generalidade das escolas, adotando um modelo inovador e de baixo custo”, acrescenta a mesma descrição.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista