Amares Braga Cultura

António Variações vai ser homenageado em Braga e Fiscal

Foto: DR
Redação
Escrito por Redação

No dia em que se assinalam 35 anos sobre a morte do artista amarense António Variações, a 13 de junho de 2019, a Comissão Promotora da Homenagem a António Variações prepara algumas homenagens ao poeta e cantor, natural da freguesia de Fiscal.

Em Braga, na Av. Central, junto à pastelaria Veneza, os alunos do 1.º ano do colégio D. Pedro V, sediado em Braga, vão declamar as canções “Anjo da Guarda” e “Estou Além”, a partir das 10 horas da manhã do dia 13.

Já em Fiscal, terra natal do poeta e cantor que ainda hoje perdura no imaginário da música pop portuguesa, há uma homenagem e uma surpresa no cemitério paroquial da freguesia, que decorre a partir das 18h45.

Rogério Braga, cantor e música da Vila de Prado, foi convidado por esta comissão para interpretar a música “Quero é Viver”, com acompanhamento de um trio de cordas: Rosana Lopes, no violino, Rita Fernandes, na viola de arco e de Pedro Gil, no violoncelo.

Será ainda momento da declamação de um poema inédito de Variações, levado a cabo pela comissão promotora destas homenagens.

Pelas 19h, será deposta uma grinalda de rosas na campa do cantor.

A comissão promotora destas homenagens, que já decorrem desde 2018 e prolongam-se em 2019, assinalando os 35 anos da morte do cantor, é composta por Cândida Batista, Cândida Ramoa, Carlos Dobreira, Diana Mendes, Fabíola Lopes, Etelvina Sá, Paulo Almeida e Paulo Pedro Gonçalves Rueffa, assim como pelas bandas musicais Banda Academia de Santa Cecília (São Romão – concelho de Seia), Banda Cabeceirense (concelho de Cabeceiras de Basto)  e Banda Filarmónica de Santa Maria de Bouro (concelho de Amares).

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação