Braga Destaque

Onda de assaltos em Braga. Pelo menos dez lojas assaltadas em três noites

Fernando André Silva

Uma onda de assaltos está a alarmar comerciantes da cidade de Braga, com vários furtos a estabelecimentos a serem registados nas três últimas madrugadas.

Esta madrugada, apurou o Semanário V junto de vários comerciantes da cidade, foram assaltados dois estabelecimentos comerciais. Um supermercado na Rua Conselheiro Lobato e um café junto ao bairro de Santa Tecla.

Na madrugada anterior, de terça-feira, foram assaltados três estabelecimentos comerciais na Rua José António Cruz, também na cidade de Braga. Já na madrugada da passada segunda-feira, foram, pelo menos, cinco os estabelecimentos comerciais assaltados, segundo apurou o Semanário V junto de vários comerciantes lesados pelos assaltantes.

Café Glorinha, Café 3 bicas e Cabeleireiro Vânia foram alguns dos estabelecimentos assaltados pelos larápios que se parecem mover em grupo. Para além do prejuízo consequente ao arrombamento das portas de entrada dos espaços comerciais, foram ainda furtados diversas quantias em dinheiro e objetos de valor, apurou o V com os comerciantes.

O Semanário V confirmou junto do comando distrital da Polícia de Segurança Pública (PSP) a “onda de assaltos”.

Comerciantes alarmados

O Semanário V falou com alguns dos proprietários dos estabelecimentos em questão, que apontam a “insegurança” sentida nos últimos dias. Fonte da Associação Comercial de Braga, contactada pelo V, também apontou que este tipo de casos, embora aconteçam “de quando em vez”, não são positivos para uma cidade que se afirma amiga do comércio.

Os respetivos proprietários das lojas afetadas confirmam que apresentaram queixa junto das autoridades competentes, de forma a que se encontrem os responsáveis por estes crimes. Uma das fontes indicou ao V que os assaltos da passada terça-feira foram registados já com o nascer do dia, perto das 7 horas, algo que não é comum na prática de assaltantes. As autoridades investigam esta situação na sequência das queixas dos comerciantes.

Vaga de assaltos registada em fevereiro terminou com várias detenções

Já não é a primeira vez em 2019 que se regista uma onda de assaltos na região. Em fevereiro, mais de uma dezena de estabelecimentos foram assaltos no espaço de poucos dias, desta feita afastados do centro da cidade.

Na sequência desses assaltos, as autoridades policiais, sobretudo a Guarda Nacional Republicana, encetou vários esforços conjuntos que levaram à detenção de mais de uma dezena de suspeitos dos furtos, divididos em diferentes grupos, mas que “aproveitavam” a onda de terror que se vinha a sentir nas zonas mais rurais dos concelhos de Braga e Barcelos.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista