Destaque Vila Verde

Pe. Vítor Lamosa pediu e Moure caminha este domingo pelos órfãos de Moçambique

Fernando André Silva

A paróquia de Moure com apoio do agrupamento 865 do Núcleo de Vila Verde está a organizar uma caminhada solidária para angariar donativos para a Missão de Fonte Boa, em Moçambique, que esteve a cargo do padre Vítor Lamosa durante os últimos 25 anos.

Esta caminhada, que se realiza a partir das 9h30 deste domingo, dia 16 de junho, visa angariar donativos para ajudar a Missão, que se dedica a fornecer instrução e educação, para além de vários bens alimentares, de higiene e de infraestruturas para a região de Fonte Boa, localizada no distrito de Tsangano.

O Semanário V falou com o padre Vítor Lamosa, que se encontra em Portugal há já alguns meses, na sequência de uma forte crise provocada por malária. O padre Vítor explica que, ao longo dos últimos anos, têm sido enviados contentores com bens de primeira necessidade, recolhidos em Braga e Vila Verde, para ajudar aquela missão.

A missão possui propriedades agrícolas e instalações para regime de internato, dando também apoio às famílias da região, que são bastante carenciadas, fruto da guerra civil que assolou aquele país durante as décadas de 80 e 90.

O pároco deixa o apelo a que a população participe nesta caminhada de forma a angariar donativos para aqueles que mais precisam.

À conversa com o V, o pároco explica que, “desde há um ano” que foi substituído na liderança daquela missão, fruto de uma batalha contra a malária que o forçou a regressar a Portugal. Esteve em recuperação durante os últimos meses e, confidenciou, já prepara um regresso a curto prazo, com o intuito de visitar o que ajudou a consolidar.

Atualmente, o missionário jesuíta encontra-se na Casa da Torre, em Soutelo, onde ajuda com a lide agrícola e desempenha funções eclesiásticas, entre outras coisa “que são necessárias fazer”. Explica que, ao longo das duas décadas que passou em África, terá contraído malária “umas 40 vezes”, algo que debilitou o seu organismo.

Todavia, o padre Vítor não esquece a Missão da Fonte Boa, e é seu intuito continuar a ajudar os mais necessitados daquela província moçambicana, apelando para isso à solidariedade de todos os vila-verdenses.

A concentração para a caminhada ocorre junto ao Centro Cultural de Moure, a partir das 9h30, naquela freguesia.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista

Deixar um comentário