Vila Verde

Adeus escola primária. Olá centro social. Covas “lança” 1.ª pedra a 4 de julho

Escola primária de Covas, na UF do Vade, Vila Verde c) FAS / Semanário V
Fernando André Silva

O novo Centro Social de Covas está prestes a ver iniciada a construção, com o ato simbólico da “1.ª pedra” a decorrer no próximo dia 4 de julho, por entre concertinas, sardinha assada e caldo verde. Nas cerimónias estará presente o arcepisbo Jorge Ortiga, da Arquidiocese de Braga.

Esta requalificação será levada a cabo pelo executivo da Junta da União de Freguesias do Vade, em conjunto com o Município de Vila Verde, que irão requalificar a antiga escola primária da freguesia de Covas, em Vila Verde, para se transformar num centro que presta apoio aos utentes do Centro Social de Covas.

Esta obra permite incidir num alargamento no número de utentes do Centro Social de Covas, que dá autalmente apoio domiciliário a 37 idosos.

A diretora daquele centro social, Luísa Gonçalves, já havia explicado que a requalificação surge no âmbito de criar um espaço para desenvolver atividades com os idosos. “Neste momento, o serviço que fazemos é de apoio domiciliário aos idosos das freguesias do Vade e outras limitrófes, incluíndo Grovelas, em Ponte da Barca”, refere a diretora, apontando como “37” o número de utentes.

“A ideia passa por tirar os idosos de casa, porque muitas vezes estão sozinhos, isolados, e precisam deste tipo de resposta”, disse a diretora, apontando “60” como prespetiva de utentes após a requalificação da antiga escola.

Luísa Gonçalves mostrou-se expectante em relação a esta nova empreitada, apontando uma média de idades dos 87 anos nos utentes do Centro Social de Covas. “A população aqui é muito envelhecida, nós prestámos apoio na casa do utente mas esperamos, com as novas instalações, criar uma área de atividades para eles, um sítio onde possam passar o dia”, referiu a diretora.

“Automaticamente, depois das obras estarem concluídas, vamos aumentar para 60 idosos, abrangendo outras freguesias limitrófes, como Barros ou Sande”, disse.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista

Deixar um comentário