Região

TAF de Braga aceita providência cautelar que adia demolição do prédio Coutinho

Partilhe esta notícia!

A providência cautelar interposta por moradores do prédio Coutinho, em Viana do Castelo, foi aceite pelo Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga, está a avançar a RTP.

Esta providência visa impedir o processo de demolição em curso daquele edifício, levado a cabo pela sociedade VianaPolis.

O grupo de 9 moradores que permanecem sem abandonar o edifício ganha assim uma nova esperança para permanecerem nas habitações que ocupam há vários anos.

Comentários

topo