Braga Destaque

Grupo bracarense criou mapa do quadrilátero urbano com informação de tempo e distância

Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Um grupo de bracarenses desenvolveu um projeto para resolver o problema da mobilidade em Braga. Chama-se bragamove e tem como finalidade encontrar soluções para percursos pedonais e cicláveis.

A principal missão do projeto passa por “motivar escolhas mais conscientes no que diz respeito à mobilidade”, promovendo atitudes mais responsáveis.

Os responsáveis por este projeto já tinham apresentado dois mapas, um pedonal e um ciclável, tendo desenvolvido um terceiro mais recentemente. Trata-se de um mapa do quadrilátero urbano que compreende um conjunto de informação relativa ao tempo e distância entre Braga e pontos estratégicos das restantes cidades do quadrilátero urbano: Barcelos, Guimarães e Vila Nova de Famalicão.

Segundo o grupo, foram considerados como pontos centrais para ligar as várias cidades as respetivas Câmaras Municipais. A informação acerca da distância e tempo de cada percurso variam de acordo com o transporte escolhido, sendo o principal objetivo do mapa mostrar as várias possibilidades entre duas cidades, utilizando diferentes modos de transporte: autocarro, comboio, carro e bicicleta sem assistência elétrica, em articulação com percursos pedonais.

“Enquanto utilizadores de transportes públicos, a nossa intenção, através do desenvolvimento deste mapa, surgiu da necessidade de compreender que alternativas de mobilidade existem na ligação entre Braga e as restantes cidades do quadrilátero urbano, não descuidando a sua viabilidade. Consideramos de extrema relevância a análise das soluções de mobilidade que existem na e para a cidade de Braga, relativamente a cidades vizinhas, pois acreditamos que podem ser fundamentais para a promoção da qualidade de vida dos bracarenses”.

De acordo com o mapa do quadrilátero urbano, todas as cidades estão a cerca de 20 km de distância de Braga, sendo possível realizar um percurso de bicicleta entre a cidade dos arcebispos e qualquer outra cidade do quadrilátero em cerca de 1h30.

De acordo com os responsáveis, “estes valores foram apurados com base em bicicletas sem assistência elétrica”.

A leitura do mapa permitiu ainda perceber que os percursos entre Braga e Vila Nova de Famalicão são os mais eficientes, no que diz respeito à duração da viagem, em todos os modos de transporte, com exceção da utilização da bicicleta devido aos declives acentuados de algumas partes do percurso. O percurso entre Braga e Guimarães, de comboio, pode ser considerado o menos eficiente, no que diz respeito à duração da viagem, podendo chegar a 3h21.

Também o percurso entre Braga e Barcelos, de comboio e mediante o horário escolhido, se mostra ineficiente, podendo ter uma duração total de 2h51 (incluindo percursos pedonais).

No site www.bragamove.pt, são disponibilizados os mapas e outras informações.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista

Deixar um comentário