Braga Destaque

Zona de acesso ao elevador do Bom Jesus alvo de queixas por degradação

Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

O Bom Jesus do Monte foi recentemente classificado como Património Cultural Mundial da Unesco e, consequentemente, tem recebido maior e especial atenção por parte do seus visitantes.

No âmbito da ação de plogging, que alia a prática de jogging com a apanha de lixo, “Tem muito que apanhar!”, criada por Carlos Dobreira e que está a decorrer desde o dia 3 de junho, já foram recolhidas mais de 10 mil pontas de cigarro. Segundo Carlos Dobreira, “foi possível recolher vários sacos de lixo de 30 litros nas imediações do Santuário do Bom Jesus do Monte, nas suas escadarias e acessos ao Elevador do Bom Jesus, para além de 10.010 beatas de cigarro”.

O praticante de plogging adiantou que, durante a ação, verificou “o estado degradado da zona de acesso ao elevador do Bom Jesus, com inúmeros resíduos recicláveis”, como latas, plásticos e garrafas de vidro, bem como pontas de cigarro e um “cheiro nauseabundo a urina”.

Carlos Dobreira acrescenta, ainda, que, “nas zonas laterais à histórica entrada do elevador, abundam dejetos de animais, plásticos, lenços, papel higiénico e resíduos recicláveis”.

O título de Património Munidal da Unesco que o Bom Jesus recebeu traz com ele inúmeras responsabilidades, “associadas a uma mudança de comportamentos da sociedade consumista”, considera Carlos Dobreira.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista

Deixar um comentário