Vila Verde

Casa cheia para os espetáculos culturais das Noites Temáticas do Pico de Regalados

Redação
Escrito por Redação

O centro urbano do Pico de Regalados recebeu com entusiasmo e alegria mais uma edição das Noites Temáticas. A 2 e 3 de agosto, a emblemática praça da vila picoense ganhou novo colorido com a bela moldura humana que se reuniu para assistir aos diversos espetáculos culturais que preencheram um evento de entrada gratuita e aberta a toda a população.

Dança, teatro, cante alentejano e folclore fizeram as delícias do público e deram o mote para uma das iniciativas que marcaram o arranque da programação Na Rota das Colheitas 2019, que se estende até ao final de novembro com mais de 40 iniciativas de celebração da herança da cultura popular e da genuína tradição do Minho.

A organização ficou a cargo da Junta da União de Freguesias de Pico de Regalados, Gondiães e Mós e do Rancho Infantil e Juvenil da Vila de Pico de Regalados (responsável pelo festival de folclore), com o apoio do Município de Vila Verde.

Há bebidas frescas e petiscos para nutrir o corpo e diversas atividades culturais para alimentar o espírito. “Costumamos vir todos os anos e tem sido muito bonito. Há música, dança, teatro… um pouco de tudo. São duas noites muito agradáveis”, referiu Vera Fernandes, uma das espectadoras.

“Está a ser espetacular, muito bom”

Dos miúdos aos graúdos, do balé aos ritmos latinos, os alunos da Companhia de Dança 77 desfilaram arte e talento pelo palco. Pouco depois, começava uma divertida peça de teatro interpretada por atores locais.

A primeira noite encerrou com um espetáculo pouco habitual na região. O grupo Nova Aurora subiu ao palco e encantou a plateia com o cante alentejano, considerado Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

“Costumo vir sempre. Está a ser espetacular, muito bom. É uma boa festa para promover as pessoas aqui do concelho”, disse Lúcia Fernandes. No dia seguinte, 3 de agosto, o grande destaque foi para o IV Festival de Folclore, organizado pelo Rancho Infantil e Juvenil da Vila do Pico de Regalados.

Além do grupo anfitrião, subiram também ao palco o Rancho Infantil e Juvenil de Friestas Valença e o Rancho Folclórico União das Tradições para um autêntico hino à música e à cultura popular.

A adesão popular continua a aumentar

A adesão popular continua a aumentar e já chegam muitas pessoas de fora da vila e até do concelho para assistir às Noites Temáticas. O presidente da Junta da União de Freguesias de Pico de Regalados, Gondiães e Mós faz um balanço extremamente positivo e revela a receita do sucesso. “É um evento que rompe com o habitual pela grande diversidade de espetáculos culturais, que têm sido do agrado do público. Além disso, alia o talento das coletividades locais a espetáculos inovadores que não se veem muito na nossa região”, afirmou César Cerqueira.

O autarca sublinhou que a divulgação e promoção cultural é o objetivo maior de um evento que acaba também por divulgar a freguesia e dinamizar a economia local. César Cerqueira fez questão de agradecer a todos os que colaboraram na iniciativa e de congratular os intervenientes pelos “excelentes espetáculos” que protagonizaram. Um evento consolidado, que está de ‘pedra e cal’ na freguesia e Na Rota das Colheitas, uma programação que “é uma mais-valia na afirmação, divulgação e promoção do concelho de Vila Verde”.

De agosto a novembro, siga Na Rota das colheitas

Presente no local, o presidente do Município de Vila Verde parabenizou os intervenientes e a organização pela qualidade dos espetáculos.

António Vilela mostrou-se confiante e entusiasmado com o arranque de mais uma Rota das Colheitas, programação turístico-cultural que se estende até ao final de novembro e se desdobra em mais de 40 iniciativas de divulgação e promoção das freguesias, do concelho e da tradição vilaverdense. Para isso, muito contribuirão os saberes e sabores dos agentes locais, bem como a conhecida hospitalidade minhota.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação