Destaque Vila Verde

Crianças da Santa Casa aprendem braille na Biblioteca Municipal de Vila Verde

Redação
Escrito por Redação

As crianças do infantário da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde tiveram uma experiência diferente vivida na biblioteca Professor Machado Vilela em Vila Verde.

As crianças aprenderam o que é o Braille e para quem é dirigido através do contacto direto com esta forma de escrita.

Esta interação foi feita através do Serviço de Leitura em Suportes Especiais (SELESE) que presta informação em suportes e formatos acessíveis aos utilizadores com deficiências da visão, iletrados, imigrantes e minorias étnicas. A documentação é disponibilizada fundamentalmente em braille, áudio, suporte digital e carateres ampliados.

Realiza, ainda, ações de formação em informática, na ótica do utilizador, com o propósito de ajudar a população a aceder às tecnologias de informação de forma satisfatória. Estas ações, podem ter lugar na biblioteca ou à distância via computador ou telefone.

“Agradecemos ao Sr. Abílio que nos recebeu muito bem a a toda a estrutura da Biblioteca pelo seu trabalho nesta área tão especial. As nossas crianças gostaram muito da experiência e sabemos que é importante para eles perceberem as diversas formas de comunicação para pessoas com dificuldades visuais. Esta é uma forma de sensibilização”, refere o provedor Bento Morais.

Neste dia as crianças aproveitaram para assistir a uma sessão de fantoches apelidada de “O menino que comia livros” que falava sobre a importância de contactar com livros, tocar, cheirar, sentir, ver e ler.

Um dia muito pedagógico para as crianças do infantário que viveram o momento com muita intensidade, ficando sensibilizados para esta temática e acima de tudo da importância da visão.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação