André Almeida Opinião

Opinião. O Poder das Métricas

Redação
Escrito por Redação

Um dos pontos que me faz “apaixonar” pelo digital prende-se com a capacidade que este canal tem de nos mostrar dados concretos sobre praticamente tudo o que temos neste ambiente. E isso é fantástico pois não nos limitamos a “ligar” o habitual “achómetro” mas antes, leva-nos a argumentar e a tomar decisões com dados concretos.

Dentro do marketing de conteúdo, que é o que realmente gera tráfego e responde às “dores” / necessidades dos utilizadores, existem alguns dados que não podem ser ignorados e que podem ajudar na otimização dos resultados.

Vou indicar aqui três simples métricas que se devem analisar. A primeira é a análise SERP, ou Search Engine Results Page que consiste na identificação dos principais conteúdos exibidos para uma determinada palavra-chave (keyword) indicada em buscas no Google. Essa verificação mostra quais são as páginas que estão entre as melhores referências de determinados tópicos.

Esta análise SERP possibilita identificar informações sobre o que contribuiu para que determinadas páginas estejam nos primeiros lugares nas buscas.

A segunda métrica é o Tráfego onde se analisa o tráfego gerado a um website e às suas diferentes páginas e é realizada a partir da divisão em duas principais categorias: Utilizadores e Sessões. Utilizadores dizem respeito ao número de visitantes únicos; se um determinado utilizador aceder ao website diversas vezes num mês, por exemplo, ele será contabilizado apenas uma vez. Já as Sessões contabilizam o número de vezes que alguém acede o website, sem diferenciar o facto do número de visitas feitas pelo mesmo utilizador.

A partir dos dados apresentados pode-se então identificar quais foram os meses em que o número de acessos foi melhor e, a partir disso, verificar as ações realizadas no período analisado. Vale lembrar que o Google Analytics também apresenta os canais que geraram maior tráfego para o website, o que facilita muito essa análise.

Uma última métrica que merece ser retida é o Tempo de permanência no website, que nos permite aferir qual ou quais as páginas que mais interesse criam nos utilizadores. Isso é importante e deve ser medido pois conseguimos saber qual o conteúdo presente nessas páginas é de maior interesse para o nosso público-alvo e com isso podemos planear ações que potenciem essa tendência.

O fantástico do digital é isto: poder medir tudo! Mais fantástico ainda é que para medir isto existem ferramentas gratuitas, como já abordei o Google Analytics. Grande desafio para si então é registar as suas propriedades digitais (website/blog/Loja online/etc…) nesta plataforma e começar a compreender melhor o seu público-alvo. 🙂

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação