Braga Destaque Vila Verde

Aliança entregou a lista às legislativas pelo distrito de Braga com dois nomes de Vila Verde

Redação
Escrito por Redação

O Partido Aliança entregou no dia 8 de agosto, no tribunal da Comarca de Braga, a lista da distrital de Braga às eleições legislativas de 6 de outubro. Como já tinha sido noticiado, Luís Cirilo Carvalho é o cabeça de lista, numa lista constituída maioritariamente por mulheres, pessoas do distrito com representação de 11 concelhos e média de idade nos 40 anos.

O partido Aliança entregou a 8 de agosto, a lista às legislativas pelo distrito de Braga no tribunal, as primeiras que o partido irá disputar concorrendo com listas em todo o país. Em Braga, a lista destaca-se por ser constituída por pessoas do distrito oriundas de diferentes quadrantes profissionais e concelhos conseguindo o Aliança ter representação de 11 em 14 no total. Luís Cirilo Carvalho, consultor e antigo deputado na Assembleia da República encabeça uma lista que afirma ter sido escolhida pelo mérito de cada pessoa e ligação das mesmas ao distrito, muitas delas com trabalho de referência no terreno.

A lista do Aliança é constituída por 13 mulheres e 11 homens e tem em segundo lugar Angélica Pinheiro arquiteta de Famalicão, em terceiro Marta Ribeiro advogada de Guimarães, Ricardo Ribeiro professor universitário de Braga em quarto, e Cristina Lemos Ferreira Técnica Superior Cultural, de Esposende na quinta posição. O mandatário distrital é o empresário José Carlos Vaz da Silva, de Braga.

O concelho de Vila Verde está representado por Sérgio Rodrigues, Gestor, em sétimo lugar e por Carolina Oliveira, professora como suplente.

Segundo declarações de Luís Cirilo Carvalho o partido no distrito terá como base os pilares basilares do Aliança a nível nacional, como combate à pobreza, crescimento económico, saúde, solidariedade e inclusão social, em Braga a mobilidade e o ambiente serão, face às necessidades do distrito questões prioritárias. O partido afirma já ter iniciado o trabalho no terreno que será numa primeira fase de reuniões com associações, movimentos informais e organizações institucionais e posteriormente de debates onde o objetivo é ouvir as pessoas do distrito. Recorde-se que o partido criado por Pedro Santana Lopes foi o primeiro apresentar o programa eleitoral, mas este ainda está em aberto para que cada português possa colaborar e sentir que a sua voz é ouvida.

A promessa do Aliança é bastante trabalho no terreno e auscultação, para que as pessoas possam sentir que os seus anseios são retratados no programa eleitoral que sairá no final do mês de agosto.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação

Deixar um comentário