Braga Destaque Vila Verde

Aliança entregou a lista às legislativas pelo distrito de Braga com dois nomes de Vila Verde

Redação
Escrito por Redação

O Partido Aliança entregou no dia 8 de agosto, no tribunal da Comarca de Braga, a lista da distrital de Braga às eleições legislativas de 6 de outubro. Como já tinha sido noticiado, Luís Cirilo Carvalho é o cabeça de lista, numa lista constituída maioritariamente por mulheres, pessoas do distrito com representação de 11 concelhos e média de idade nos 40 anos.

O partido Aliança entregou a 8 de agosto, a lista às legislativas pelo distrito de Braga no tribunal, as primeiras que o partido irá disputar concorrendo com listas em todo o país. Em Braga, a lista destaca-se por ser constituída por pessoas do distrito oriundas de diferentes quadrantes profissionais e concelhos conseguindo o Aliança ter representação de 11 em 14 no total. Luís Cirilo Carvalho, consultor e antigo deputado na Assembleia da República encabeça uma lista que afirma ter sido escolhida pelo mérito de cada pessoa e ligação das mesmas ao distrito, muitas delas com trabalho de referência no terreno.

A lista do Aliança é constituída por 13 mulheres e 11 homens e tem em segundo lugar Angélica Pinheiro arquiteta de Famalicão, em terceiro Marta Ribeiro advogada de Guimarães, Ricardo Ribeiro professor universitário de Braga em quarto, e Cristina Lemos Ferreira Técnica Superior Cultural, de Esposende na quinta posição. O mandatário distrital é o empresário José Carlos Vaz da Silva, de Braga.

O concelho de Vila Verde está representado por Sérgio Rodrigues, Gestor, em sétimo lugar e por Carolina Oliveira, professora como suplente.

Segundo declarações de Luís Cirilo Carvalho o partido no distrito terá como base os pilares basilares do Aliança a nível nacional, como combate à pobreza, crescimento económico, saúde, solidariedade e inclusão social, em Braga a mobilidade e o ambiente serão, face às necessidades do distrito questões prioritárias. O partido afirma já ter iniciado o trabalho no terreno que será numa primeira fase de reuniões com associações, movimentos informais e organizações institucionais e posteriormente de debates onde o objetivo é ouvir as pessoas do distrito. Recorde-se que o partido criado por Pedro Santana Lopes foi o primeiro apresentar o programa eleitoral, mas este ainda está em aberto para que cada português possa colaborar e sentir que a sua voz é ouvida.

A promessa do Aliança é bastante trabalho no terreno e auscultação, para que as pessoas possam sentir que os seus anseios são retratados no programa eleitoral que sairá no final do mês de agosto.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação