Amares Braga Desporto Destaque Vila Verde

Empresário de Amares conquista o mundo com luvas para guarda-redes

Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

A marca de luvas de guarda-redes HO Soccer é, atualmente, umas das marcas mais usadas a nível amador e profissional, detentora de uma extensa coleção de luvas. O armazém de distribuição localiza-se no concelho de Amares e são distribuidos cerca de 200 mil pares de luvas por ano.

Usadas pelo internacional Eduardo, do Sporting Clube de Braga, e Willy Caballero do Chelsea, esta marca tem vindo a crescer e a conquistar um lugar no mundo do futebol desde 2001.

José Mendes, um dos sócios da empresa, é natural de França, mas com raízes no concelho de Amares, na freguesia de São Vicente do Bico, de onde são naturais os seus familiares. O empresário contou que a empresa começou por ser um pequeno negócio nacional, porém, atualmente, domina o mercado internacional, nomeadamente, Espanha, Japão, Estados Unidos e Brasil, entre outros.

Jose Mendes considera que “um guarda-redes possui necessidades especiais em relação aos outros jogadores e a competitividade do mercado impõe padrões altos”. O empresário conta que começou o projeto com o seu sócio, com o lançamento de uma marca a nível nacional. Com o crescimento a nível internacional significativo, a marca possui armazém em Amares, um escritório em Espanha e uma fábrica no Paquistão.

De acordo com o empresário, são distribuídos mais de 200 mil pares de luvas por ano.

O presidente da Câmara de Amares, Manuel Moreira, realçou o impacto económico deste projeto de Amares, considerando esta empresa um exemplo de sucesso do setor empresarial amarense.

“Fiquei muito agradado com o projeto desta empresa e com a dinâmica que implementa no nosso concelho ao nível da economia. O José é um jovem empreendedor que tem uma visão de negócio muito aprimorada, que está muito bem lançado no mercado, com um grande volume de negócio em quase todo o mundo, e o facto de ter escolhido o nosso concelho para se instalar constitui para nós um motivo de muito orgulho”, referiu Manuel Moreira.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista