Destaque País

Militares da GNR salvaram homem durante greve dos motoristas

Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Militares da GNR de Lisboa salvaram um homem que se preparava para se atirar de um viaduto, em Aveiras de Cima, durante a greve dos motoristas de matérias perigosas e de mercadorias, no dia 15 de agosto.

Alertados por jornalistas, os militares conseguiram intervir e evitar a tragédia, quando o homem de 39 anos, munido com uma arma branca, ameaçou atirar-se.

Segundo a GNR, a situação decorreu nas “imediações da Companhia Logística de Combustíveis” e “foram tomadas todas as medidas necessárias para garantir a segurança do suspeito, dos grevistas, órgãos de comunicação social e dos próprios militares”.

Foram os jornalistas que, na quinta-feira, acompanhavam o piquete de greve, que se aperceberam da presença de um “homem com comportamento estranho e na posse de uma arma branca” e alertaram os militares da GNR.

“Na abordagem ao indivíduo, os militares verificaram que o homem tinha uma faca dissimulada na manga da camisola e apresentava um comportamento notoriamente descompensado. Os militares ao aproximarem-se do indivíduo, este dirigiu-se para o tabuleiro do viaduto, transpondo as guardas de segurança. Dado que o indivíduo estava em perigo iminente de queda, os militares estabeleceram um diálogo com o mesmo de forma a permitir uma aproximação, facto que possibilitou uma rápida intervenção e retirar o homem para um local seguro, sendo imobilizado”, revelou a GNR.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista