Destaque Ponte de Lima

Feiras Novas de Ponte de Lima com hospital de campanha para “tratar casos ligeiros”

Redação
Escrito por Redação

As Feiras Novas, que decorrem em setembro, em Ponte de Lima, vão dispor pela primeira vez de um hospital de campanha para “tratar” casos “ligeiros”, para evitar sobrecarregar a urgência do hospital, disse hoje à Lusa a organização.

“Este ano, pela primeira, no largo da capela das Pereiras vamos ter um pequeno hospital de campanha com enfermeiros do INEM para assistirem todos os que necessitarem, fazendo uma pré-triagem hospitalar, para que os bombeiros fiquem mais libertos para acudir às pessoas que precisem de auxílio e, também, para aliviar os médicos da urgência do hospital Conde de Bertiandos, para atender casos que exijam mais cuidados”, explicou Ana Machado.

As Feiras Novas de Ponte de Lima, criadas pelo rei D. Pedro IV, por provisão de 5 de maio de 1826, vão decorrer este ano entre os dias 04 e 09 de setembro.

Ana Machado, médica que preside à associação concelhia das Feiras Novas, adiantou que o “pequeno hospital de campanha funcionará entre as 20:00 e as 08:00 dos dias 06, 07 e 08 de setembro”.

“Há muitas chamadas para os bombeiros que têm de se deslocar ao local e, na maior parte das vezes, porque as pessoas estão etilizadas, sofrem pequenas escoriações ou agressões que não justificam o transporte ao hospital. A coordenação entre os bombeiros, esta equipa de enfermagem e o hospital funcionará de maneira mais exequível, libertando bombeiros e hospital para casos mais específicos”, disse.

Ana Machado, que é também vereadora a meio tempo na Câmara de Ponte de Lima (CDS-PP), adiantou que aquele serviço “estará dotado de todos os meios necessários para suporte básico de vida, com desfibrilhador, e preparado para realizar pequenas intervenções cirúrgicas”, facilitando “muito o trabalho dos bombeiros” e libertando “a urgência do hospital”.

Com o lema “Feiras Novas são romaria de noite e de dia”, as festas começam no dia 04 de setembro com as tradicionais rusgas do Alto Minho, um dos pontos altos do programa.

“Nesta altura, para o dia 04 de setembro já temos inscritos 450 tocadores de concertina e cantadores ao desfio, só do concelho de Ponte de Lima”, destacou.

Naquele dia, a arruada de concertinas que dá o tiro de partida para quatro dias de Feiras Novas começa pelas 21:30, na Alameda de São João rumo ao Largo de Camões, em pleno centro histórico, percorrendo as várias ruas e tasquinhas da vila.

O evento que antecede o arranque oficial das Feiras Novas dura “até ao amanhecer”, juntando cantadores e tocadores, mas também muitos outros que se vão juntando à festa de uma forma espontânea.

A abertura “solene” da romaria vai ser este ano marcada por “um espetáculo multimédia que realçará a beleza da ponte medieval de Ponte de Lima, seguido da iluminação da vila”.

Os cantares ao desafio voltam a marcar presença no dia 06 de setembro, no recinto da Expolima, com a participação esperada de “cerca de 900 tocadores de concertinas e cantadores ao desafio de todo o país”.

“Estes encontros garantem a genuinidade das Feiras Novas”, realçou a presidente da associação concelhia destas festas.

Os tradicionais cortejos – etnográfico, que se realiza na tarde do dia 07 de setembro, e histórico, no dia 08 – são outros dos pontos altos da festa. A feira do gado e os concursos pecuários são também números obrigatórios da festa que tem um sítio na Internet e uma aplicação móvel, na qual “está disponível toda a informação sobre as festas, ofertas de alojamento e restauração, entre outras”.

O ribombar dos bombos, grupos de Zés Pereiras, gaiteiros, concertos de bandas de música, fado, folclore, tocatas, fogo-de-artifício, uma corrida de garranos e uma tourada completam o programa da festa anual de Ponte de Lima.

O espetáculo tauromáquico, “que se realiza desde 1826”, decorrerá no dia 08 de setembro, a partir das 18:00, no recinto da Expolima, com os cavaleiros Rui Salvador, Filipe Gonçalves e Marcos Bastilhas e os forcados amadores de Santarém, Ramo Grande dos Açores. Serão lidados seis toiros da Ganadaria São Martinho, ao ritmo da Banda de Música de Ponte de Lima.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação

Deixar um comentário